entrevista

EPL S19: skullz detalha adaptação a Liquid: “Mais difícil do que eu esperava”

Estrela brasileira da cavalaria, skullz falou sobre evolução do time, confronto contra FURIA e elogiou sucesso de biguzera com a paiN

skullz

Foto: Game Arena.

O jogador brasileiro da Team Liquid, Felipe ‘skullz’ Medeiros, foi outro entrevistado pela Game Arena antes da estreia da equipe na ESL Pro League Season 19. O papo com o ex-jogador da paiN aconteceu nessa segunda-feira (29).

Entre os diversos temas abordados, skullz começou falando sobre a evolução da Liquid nesse período pós-Major. Ele afirma que o time chega melhor para a disputa da Pro League em Malta e elenca os motivos.

“Depois de Chengdu, onde nossa performance foi boa, o campeonato deu uma confiança a mais. Mas tivemos que correr para o qualify no NA, pegou a gente abalado por conta do jetlag, viagem da China e acabamos não tendo o resultado que esperava. Tivemos um tempinho para treinar um pouco na Europa e se preparar de verdade para esse campeonato. Estamos chegando melhor estruturado, mais confiante e vamos crescendo a cada jogo e pensar na vaga para os playoffs.” – disse.

Sobre a última competição da Liquid, a boa campanha na IEM Chengdu, skullz afirma que o time se comportou bem por ser moldado para grandes torneios presenciais como o disputado na China.

“Com certeza foi um campeonato que nos trouxe muita confiança. A gente tava enxergando o campeonato de uma forma diferente, com menos pressão, pois é válido falar que estamos disputando muito qualify e esses torneios são muito complicados às vezes. Até pela minha experiência na paiN, é complicado jogar qualifiers em sequência. Nosso time é mais voltado para clima de LAN, big arena, campeonatos grandes e nós crescemos bastante nessas ocasiões. É sempre bom você ter essa noção de estar no caminho certo e continuar arrumando os erros que o resultado vem.” – afirmou.

ESL Pro League Season 19

Falando agora sobre a competição, skullz analisa seu adversário de estreia, a FURIA, e afirma que será mais tranquilo de jogar contra eles por todas as mudanças que o time vem passando recentemente.

“Com essa line recém montada da FURIA, vai ser mais tranquilo para nós. Eles não tiveram muito tempo de preparação, com certeza isso pega bastante. Trocaram o IGL, apesar do FalleN ter muita experiência, mas é uma mudança muito grande para a equipe. E, com certeza, é mais tranquilo você trocar outra peça ao invés do IGL. A expectativa é ter um bom jogo, independente de troca de line, tem um core que está junto há muito tempo. É jogar nosso jogo e torcer para o melhor.” – analisou.

Dando um palpite de quais times irão passar para os playoffs, skullz colocou uma equipe pouco cotada no mata-mata: “Acredito que a gente (Liquid), vamos acreditar na FURIA, MOUZ e FORZE.”

LEIA MAIS:

Adaptação de skullz a Team Liquid

skullz
Foto: divulgação/ESL.

Falando um pouco mais sobre a sua chegada a Liquid, skullz diz que a equipe vem acumulando resultados negativos que eles não esperavam nesse começo, mas que o time vem se aperfeiçoando mesmo com as derrotas.

“Está sendo um grande desafio. Todo mundo aqui dentro não estava esperando que a gente tivesse esses resultados tão difíceis que nem estamos tendo, mas agora estamos na fase de crescer e superar esses resultados que tivemos. Estamos treinando bastante, tivemos pouco períodos de treinos expressivos que tiveram diferença em nossa estrutura e acredito que o último bootcamp foi muito produtivo. Vamos manter essa evolução que mostrando em Chengdu e replicar na Pro League.” – analisou.

Sobre a sua adaptação ao time, skullz revela que esperava uma transição mais tranquila na sua primeira oportunidade internacional. Apesar disso, o jovem brasileiro afirma que é nisso que ele deseja estar.

“É bom ter esse espaço para falar aqui, falar a realidade para quem torce e acompanha. Com certeza está sendo bem mais difícil do que eu esperava, é um desafio que aceitei já ciente de que seria algo difícil para minha carreira, mas estou mandando bem, no caminho certo, é o que eu quero mesmo, estar aqui do lado desses jogadores. É uma experiência única, não teve alguém que teve essa experiência tão novo quanto eu. Com certeza, é algo para o meu bem, por mais que a torcida fica um pouco mais afastado e não torce tanto por nós, ainda somos um time brasileiro. No geral, está sendo um grande desafio e é muito bom passar por ele com algumas boas vitórias.” – revelou.

Ainda sobre a adaptação, skullz detalha quais foram os pontos mais difíceis para ele nesse começo de Liquid. Ele diz que essa quantidade de estilo de jogo distinto atrapalhou o time no começo, mas ele enxerga uma evolução da equipe para um estágio mais avançado.

“Uma das partes que eu não esperava era essa difícil adaptação de muitos estilos em jogos diferentes e ter tantas experiências que acabam atrapalhando dentro do jogo. E isso com certeza foi um problema nosso nos primeiros meses, agora estamos melhorando, para se tornar o time que a gente almeja ser, precisamos deixar de ter esse problema para alcançar os próximos passos, mas estamos no caminho certo.” – analisou.

Elogios a biguzera e paiN

Finalizando a entrevista, skullz elogiou seu ex-time e capitão, afirmando que biguzera é um jogador de elite mundial, podendo ser comparado a grandes nomes do cenário e suas qualidades é, sim, a razão do sucesso da paiN Gaming.

“Com certeza sim. Até jogando com jogadores de nível mais alto, dá para ver que ele tem algumas coisas bem parecidas. O jeito de pensar, forma de estruturar o time, da liberdade. É o jeito certo de estruturar um time, deixar todos confortáveis dentro de jogo e confiar nessas pessoas para ajudar com as calls e tudo mais. O bigu é, com certeza, um dos jogadores mais skillados que eu já joguei junto, sem dúvidas é uma das melhores qualidades dele. Juntando essas duas qualidade, ser um bom IGL e ter um individual muito bom, é a grande parte do sucesso da paiN.” – concluiu.

Team Liquid e FURIA se enfrentam nesta terça-feira, dia 30 de abril, às 14h30, horário de Brasília, em confronto válido pela estreia do Grupo C da ESL Pro League Season 19.


Assista também nossos vídeos. Neste aqui conversamos com kye, da FURIA, antes da estreia da equipe na ESL Pro League Season 19:

Siga a Game Arena nas redes sociais: TwitterYouTubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

CCT Finals: paiN perde para ANKAL na estreia

2

Counter-Strike 2

CS2: arT revela propostas internacionais e o porquê do Fluxo

3

Counter-Strike 2

CS2: fnx expõe condições para luta contra pasha

4

Counter-Strike 2

CS2: “não voltarei como jogador”, fnx anuncia aposentadoria

5

Counter-Strike 2

BetBoom Dacha: MIBR perde mais uma e está eliminado