Análise Game Arena

Review Persona 5 Tactica: O coração da revolução

Persona 5 Tactica entrega uma aventura divertida no universo dos Phantom Thieves Persona 5 Tactica é mais um spin-off baseado...

Review Persona 5 Tactica: O coração da revolução

Persona 5 Tactica entrega uma aventura divertida no universo dos Phantom Thieves

Persona 5 Tactica é mais um spin-off baseado no quinto título da franquia da Atlus, e dessa vez, traz os caçadores de coração em um cenário tático, colocando os estudantes em um embate para salvar o reino da tirania de Lady Marie.

Com uma jogabilidade que transporta o universo da franquia para o RPG tático, o novo spin-off de Persona consegue ser uma aventura satisfatória para aqueles com saudades da trupe dos Phantom Thieves.

Leia mais

Viva La Revolución

Primeiro, precisamos avisar que caso você não tenha jogado Persona 5, é bem capaz que você fique boiando nos momentos iniciais de Tactica, além de tomar vários spoilers sobre a história do quinto título.

Persona 5 Tactica é o novo RPG tático da Atlus

Por isso, recomendamos que jogue Persona 5 antes de embarcar em Tactica, e você não vai se arrepender dessa decisão. Deixando isso de lado, a trama do RPG tático se passa entre o segundo e terceiro trimestre do quinto jogo, com a trupe transportada para um reino em guerra.

Em um combate inicial que dá errado, boa parte da trupe dos Phantom Thieves acabam sendo controlados por Lady Marie, uma tirana que toma controle de quase todos os heróis, tirando Joker e Morgana.

Persona 5 Tactica é o novo RPG tático da Atlus

Agora, cabe a dupla ao lado da líder da revolução, Erina, salvar os companheiros e restaurar a paz no local. Com alguns desdobramentos e combates interessantes, Persona 5 Tactica traz uma experiência divertida para o mundo da franquia.

Por mais que a trama pareça ser uma simplificação do que conhecemos dos conceitos da franquia, Persona 5 Tactica tenta trazer um ar de revolução e crítica as grandes figuras políticas e ao capitalismo, mas acaba ficando abaixo do material dos títulos principais.

No entanto, o título é divertido. A sensação é de estar jogando uma missão secundária gigante de Persona 5, e isso não é demérito nenhum para o RPG tático.

Nas trincheiras do Reino

A jogabilidade de Persona 5 Tactica é bem baseada em jogos como X-COM e outros títulos táticos. Procure se esconder em trincheiras e outros locais, e ataque os inimigos conforme avança. É possível utilizar as Personas para lançar magias no combate, trazendo uma gama de combinações para o campo de batalha.

Um ponto forte de Persona 5 Tactica, é transportar tudo o que conhecemos da franquia para o cenário mais cadenciado. Os ataques em conjunto, as magias das Personas, tudo o que os Phantom Thieves possuem em Persona 5, está presente em Tactica.

Persona 5 Tactica é o novo RPG tático da Atlus

Diferente do título principal, todos podem utilizar sub-Personas, tornando a jogabilidade muito mais interessante do que ter só Joker como o canivete suíço com várias entidades ao dispor. Isso deixa as possibilidades de combate mais amplas e tornam a experiência mais diversa.

Além de conseguir equipar outras Personas, a árvore de habilidades faz com que o jogador tenha os preferidos em Persona 5 Tactica e também monte a equipe da forma que desejar. Para aqueles que são fãs de sair combando tudo, existe a possibilidade de fazer com maestria.

Persona 5 Tactica é o novo RPG tático da Atlus

Os inimigos são básicos, com unidades de combate que atacam de longe e outras mais poderosas, mas funcionam no contexto do combate. Cabe ao jogador entender o posicionamento do time para não tomar dano e não deixar os personagens expostos para acabarem morrendo sem necessidade.

Tactica utiliza-se muito bem dessa pegada “a lá X-COM” para criar um combate mais cadenciado e menos “junta todo mundo em tal boneco” que pode acontecer em RPGs táticos. É lógico que uma magia em área continua sendo algo muito poderoso, mas não é nada frequente.

Algo que vale a pena ser dito, é que apesar de muito bem executado, o combate não é tão desafiador. Joguei primeiro no Normal (e existem dois níveis de dificuldade abaixo) e não senti nenhum problema durante o avançar da história.

Subi um pouco o nível de dificuldade e então o desafio começou a ficar mais satisfatório. Então caso queira ter que realmente quebrar a cabeça nas táticas de combate, considere aumentar a dificuldade de Persona 5 Tactica.

Revolução artística

Algo que vale a pena destacar sobre Persona 5 Tactica, é a trilha sonora e o estilo artístico. Com um visual mais voltado para o “chibi”, o jogo faz questão de se diferenciar do original, mas sem perder todo o “molho” da identidade visual da franquia.

Persona 5 Tactica é o novo RPG tático da Atlus

A trilha sonora continua um ponto alto da franquia, e as músicas continuam um absurdo. Não tem como não começar a jogar, ouvir aquela guitarra começar a tocar e não se deixar levar pela empolgação do momento.

Persona 5 Tactica é o novo RPG tático da Atlus

O design dos novos personagens, a interface do título, tudo tem o estilo característico de Persona, deixando a experiência próxima do que conhecemos, além de ficar muito bonito. As fases são bem interessantes, principalmente pela variação do combate.

Apesar do visual chibi, o estilo dos personagens continua ali, e a novata Erina consegue se encaixar muito bem nesse universo e parece muito bem enturmada na equipe, como se já fizesse parte dos Phantom Thieves desde o jogo original.w

Conclusão

Depois de passar cerca de 40 horas desbravando a história principal de Persona 5 Tactica, posso dizer que é uma aventura sólida no universo dos Phantom Thieves. Apesar da resolução do final ser bem apressada e algumas coisas parecem ter uma certa falta de ritmo, o jogo consegue entregar uma jogabilidade redondinha e consegue entreter os fãs da franquia da Atlus.

Persona 5 Tactica é o novo RPG tático da Atlus

Por mais que a trama não seja do mesmo nível de Persona 5 — e soe como um grande palácio secundário —, os personagens são tão bons, que seguram algumas dificuldades da trama de engatar. Ter a equipe de Joker retornando para mais uma aventura é sempre divertido, por mais que não chegue no mesmo patamar da trama original.

2023 é recheado de bons jogos e com uma disputa para Jogo do Ano que tem tudo para ser uma das maiores da história, o que coloca Persona 5 Tactica em uma escala muito menor em comparação com gigantes que estão por aí.

Persona 5 Tactica é o novo RPG tático da Atlus

No entanto, não deixa de ser mais um bom jogo que saiu em 2023, e estando disponível para os assinantes do Game Pass, vale a pena tirar um tempo de outros títulos disponíveis e colocar um tempinho para experimentar essa aventura divertidíssima no universo de Persona.

Persona 5 Tactica está disponível para Nintendo Switch, PlayStation 4, PlayStation 5, Windows, Xbox One e Xbox Series X/S.


A Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Análise Game Arena

1

Análise Game Arena

Preview – Solo Leveling: ARISE – O anime de sucesso virá um jogo mobile

2

Análise Game Arena

Review Princess Peach: Showtime! – Jogue como uma princesa

3

Análise Game Arena

Review Dragon’s Dogma 2: uma jornada épica que não é para todos

4

Análise Game Arena

Review: Mario vs Donkey Kong – Revisitando um sucesso do passado de maneira incrível

5

Análise Game Arena

Review Skull and Bones: água na canela