Games

O legado de Akira Toriyama nos games, de Dragon Quest a até mesmo Super Mario Bros.

Akira Toriyama, criador de Dragon Ball e Dr. Slump, também conta com grandes trabalhos nos jogos

Akira Toriyama

Relembre alguns dos trabalhos de Akira Toriyama nos games

Na madrugada desta sexta-feira (08), a triste notícia de que o lendário mangaká Akirya Toriyama faleceu aos 68 anos no dia 1º de março, deixou um gosto amargo para todos os fãs das aventuras de Goku. No entanto, precisamos relembrar também o excelente trabalho do artista no mundo dos games.

Toriyama trabalhou desde 1986 com jogos, na época que a Enix ainda não tinha se juntado com a Square. Com colaborações para duas grandes franquias dos JRPGs, é impossível de se imaginar um mundo onde o artista não tenha deixado sua marca nos videogames.

Por isso, relembraremos os dois principais trabalhos do ilustrador no mundo dos games, com a excelente franquia Dragon Quest, e a obra-prima que é Chrono Trigger, e também outros projetos do mangaká no mundo dos jogos.

Leia mais

O trabalho com Dragon Quest

Durante o auge de Dragon Ball, Akira Toriyama foi abordado por Yuji Horii, criador da franquia Dragon Quest, para fazer os designs dos personagens do RPG. Na época, Horii queria separar o jogo dos outros RPGs da época. Yuji Horii fez os esboços iniciais, e Toriyama passou a ilustrar os monstros, personagens e elementos do primeiro Dragon Quest com a supervisão do criador da franquia.

Akira Toriyama

Desde a primeira colaboração, que foi um sucesso, Toriyama trabalhou com a franquia ao longo dos anos, com o seu trabalho também estando presente em Dragon Quest XII, ainda em desenvolvimento. Em entrevista ao IGN, em 2007, o criador da série, comentou sobre o trabalho de Toriyama ao criar o Slime, monstro que virou o principal ícone da franquia:

Akirya Toriyama

“Originalmente, quando nós pensamos na Slime, era uma pilha de gosma e nós entregamos para o Toriyama-san desenhar um esboço e transformá-lo em um monstro de verdade. Nós imaginamos uma poça nojenta de gosma, mas quando ele voltou com aquele monstro em forma de gota perfeita, nós pensamos que estava perfeito. Isso é parte do poder do Toriyama, de pegar algo como uma poça de Slime e usar sua imaginação para fazer um grande personagem”.

Algo que vale a pena destacar, é que nas versões originais dos primeiros Dragon Quest, Toriyama não era tão conhecido no ocidente, e por isso, suas artes para as capas dos primeiros jogos, foram adaptadas para o público americano. Na época, a franquia era conhecida como Dragon Warrior no ocidente.

Akira Toriyama

O que é uma pena, de verdade. Imagine olhar para a arte da direita e achar que ela não venderia? De qualquer forma, com o sucesso de Dragon Ball no ocidente, as capas de Dragon Quest começaram a estampar a arte de Akira Toriyama, pelo bem de todos nós.

O trabalho com Chrono Trigger

Um dos maiores RPGs da história, Chrono Trigger também tem o dedo de Akira Toriyama na sua concepção. Utilizando o Dream Team da Square-Enix — que na minha opinião, venceria o time de basquete de 1992 dos EUA —, composto por Hironobu Sakaguchi (Final Fantasy), Yuji Horii (Dragon Quest) e Toriyama, a desenvolvedora entregou o que podemos chamar do JRPG definitivo, sem precisar ser modesto nesse momento.

Akira Toriyama

Na época, Sakaguchi comentou que o desenvolvimento de Chrono Trigger foi como “brincar com o universo de Akira Toriyama”, explicando que não conseguiria incluir tantas sequências engraçadas em Final Fantasy.

Akira Toriyama

Toriyama desenvolveu o estilo dos personagens, monstros, veículos e como cada era do jogo ficaria. A equipe envolvida no desenvolvimento então estudou o estilo de Toriyama para manter a fidelidade do trabalho. Além disso, o criador de Dragon Ball também teria colaborado com a história, graças a sua experiência como roteirista.

Para o lançamento no PlayStation 1, em 1999, Toriyama criou as cutscenes da versão, com a animação ficando em cargo da Toei Animation. Até hoje, o trabalho de Toriyama em Chrono Trigger é extremamente lembrado pelos fãs, sedentos por um remake do jogo até hoje.

Até mesmo Mario tem um pouco de Akira Toriyama

Em uma entrevista sobre Mario 64, Shigeru Miyamoto, criador do encanador mais famoso dos games, admitiu que utilizou Arale, personagem criada por Toriyama, como inspiração para a clássica corrida do Mario.

Akira Toriyama

A área ao redor dos quadris é uma grande “articulação” que controla a direção em que seu corpo se move. Criamos todos os seus movimentos a partir desse ponto de origem: quando ele acelera e se inclina para frente, quando ele vira e se inclina para a esquerda ou para a direita, etc. Então Mario meio que corre como Arale-chan, com a sensação correta de peso no corpo.

Outros trabalhos nos jogos

Akira Toriyama também trabalhou com a franquia Blue Dragon, que infelizmente não fez tanto sucesso e acabou sendo descontinuada em 2009. Além de Blue Dragon, Toriyama também trabalhou com Tobal No. 1 e na sequência, além de colaborar, obviamente, com os jogos de Dragon Ball.

Akira Toriyama

Akira Toriyama é o responsável pelo design da Android 21 em Dragon Ball FighterZ e também fez os personagens Shallot e Zahha de Dragon Ball Legends, além de ter feito a personagem Bonyu, exclusiva de Dragon Ball Z: Kakarot.

O legado de Akira Toriyama é extenso demais, tendo inspirado uma série de ilustradores, dos jogos ou não, e com certeza deixa uma grande marca no mundo do entretenimento. De toda criança dos anos 90, dos que perdiam horas em Chrono Trigger ou levantando as mãos para uma Genki-Dama, que o mestre descanse em paz.

Com informações de: shmuplationsIGN 


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYouTubeInstagramTik TokFacebook Kwai

COMPARTILHE

Bombando em Colunas

1

Colunas

Guia de CoD: as melhores classes de fuzis de batalha no Warzone (Temporada 3)

2

Colunas

Guia de Ultimate Team: TOTS começa com calendário cheio de cartas especiais

3

Colunas

Fallout: por onde começar a jogar?

4

Colunas

Guia de CoD: as melhores classes de fuzis de precisão no Warzone (Temporada 3)

5

Colunas

Guia de CoD: as melhores classes de escopetas no Warzone (Temporada 3)