Call of Duty

Call of Duty: ex-desenvolvedor faz artigo relembrando a demissão dos chefes da Infinity Ward

Jason West e Vince Zampella foram demitidos por insubordinação em 2009.

Activision Blizzard Call of Duty

Desenvolvedor que trabalhou em Call of Duty fez um artigo sobre o dia da demissão dos CEOs da Infinity Ward

Em 2009, os líderes da Infinity Ward, Jason West e Vince Zampella, foram demitidos abruptamente pela Activision, proprietária da empresa. A dupla, conhecida por dirigir o Call of Duty original e alcançar o sucesso com Call of Duty 4: Modern Warfare, enfrentou a demissão pouco antes do lançamento de Modern Warfare 2, causando surpresa na indústria e potencialmente alterando o rumo da franquia.

Paul Sandler, ex-desenvolvedor da Infinity Ward e atual Lead Designer na NetEase Games, recordou os eventos daquele dia em um artigo no Linkedin. Sandler recebeu a notícia de um “artista líder” enquanto percorria o escritório da Infinity Ward em um patinete, desencadeando uma reação atônita.

Leia mais

Ele detalhou as razões para a demissão de West e Zampella, citando “insubordinação” após reuniões executivas, e mencionou as medidas de segurança da Activision para evitar o retorno deles ao estúdio.

Call of Duty 2024

Sandler destacou a resposta inesperada da equipe remanescente da Infinity Ward, expressando raiva coletiva e um sentimento de injustiça. A ação da Activision colocou em risco o estúdio, ameaçando o desenvolvimento de Modern Warfare 3, já que quase metade da equipe cogitava sair.

Call of Duty Microsoft

Percebendo uma possível rebelião, a Activision tentou acalmar o descontentamento durante uma reunião de emergência na cozinha do estúdio. Apesar das explicações dos executivos não surtirem efeito, a Activision tentou uma abordagem diferente.

Sandler parafraseou a oferta de um executivo: “Se você ficar para Modern Warfare 3, receberá bônus do MW2 e um aumento salarial de cinquenta por cento.” No entanto, isso apenas intensificou os sentimentos de descontentamento da equipe, com o executivo sendo incisivo ao dizer para “pegar o dinheiro e superar isso”.

No final, 40 funcionários (ou 46, de acordo com alguns relatos) deixaram a Infinity Ward, sendo que 38 se juntaram a West e Zampella em seu novo estúdio, Respawn Entertainment, apoiado pela EA. Sandler, permanecendo “indeciso” na Infinity Ward devido a disputas legais sobre bônus não pagos, deixou sua decisão final em suspenso. Ele concluiu que a resolução desse assunto seria explorada em um futuro artigo.

Com informações de: PC Gamer


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Call of Duty

1

Call of Duty

Guia de CoD: as melhores classes de fuzis de batalha no Warzone (Temporada 2)

2

Call of Duty

Call of Duty: como conseguir a skin da Monster Energy

3

Call of Duty

Call of Duty remove da loja pacote cosmético mais caro da história após reclamações

4

Call of Duty

Guia de CoD: as melhores classes de LMGs no Warzone (Temporada 2)

5

Call of Duty

Guia de CoD: as melhores classes de escopetas no Warzone (Temporada 2)