Microsoft

Esperado ou chocante? Microsoft demite mais de 1900 pessoas após aquisição bilionária da Activision-Blizzard

Com as demissões promovidas pela Microsoft, importantes membros da diretoria da Blizzard deixam seus cargos

Microsoft

Infelizmente, a Microsoft acaba de anunciar uma nova leva de demissões que afetará a divisão Xbox, Activision Blizzard e Bethesda Softworks.

A leva de demissões das equipes de games faz parte do plano de desligamento de mais de 1900 funcionários. Sobre o assunto, Phil Spencer, chefe da Microsoft Gaming, destacou em sua conta no X que dará “apoio total àqueles que serão afetados durante a transição, junto com benefícios como indenizações conforme previstas pelas leis trabalhistas”.

Xbox
Blizzard será uma das grandes afetadas com a nova leva de demissões

“Já se passaram pouco mais de três meses desde que as equipes da Activision, Blizzard e King se juntaram à Microsoft. Conforme avançamos em 2024, a liderança da Microsoft Gaming e da Activision Blizzard está comprometida em alinhar uma estratégia e um plano de execução com uma estrutura de custos sustentável que apoiará todo o nosso negócio em crescimento. Juntos, estabelecemos prioridades, identificamos áreas de sobreposição e garantimos que todos estamos alinhados com as melhores oportunidades de crescimento” explica Spencer.

LEIA MAIS

Grande projeto e nomes da Microsoft Game Studios e Blizzard serão afetados pelas demissões

De acordo com o jornalista estadunidense Jason Schreier, a Blizzard será uma das grandes afetadas pelas demissões. Entre os nomes que darão “tchau” é Allen Adham, designer chefe e fundador, que deixará a empresa após 33 anos.

Activision Blizzard deve voltar para a China

Já entre os projetos, o misterioso jogo de sobrevivência Odyssey será oficialmente cancelado, aponta Jason. Allen Adham atuava no time de desenvolvimento do título, que já durava cerca de seis anos. 

Outro grande nome que deixará a Blizzard é Mike Ybarra, atual presidente. Com mais de 20 anos na empresa, “Agora que contemplou a aquisição, como presidente da Blizzard, Mike decidiu deixar a empresa”, diz o presidente de estúdios e conteúdo de jogos da Microsoft, Matt Booty, em um memorando interno.

A Microsoft planeja nomear um novo presidente para  Blizzard na próxima semana. Antes, Allen Adham era cotado para o cargo. Mas dando os últimos acontecimentos, a opção está descartada de vez.

As demissões vêm no mesmo mês em que a Riot Games, Google, Discord, Twitch, Unity, eBay e outros anunciaram cortes.

*Com informações do The Verge


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Games

1

Games

Esquadrão Suicida: Mate a Liga da Justiça decepcionou a Warner

2

Games

Guia de CoD: as melhores classes de fuzis de batalha no Warzone (Temporada 2)

3

Games

Skull and Bones: primeira temporada ganha data para começar

4

Games

Prince of Persia: The Lost Crown ganhará novos conteúdos e atualizações gratuitas

5

Games

Rumor: Skull and Bones conta com menos de 1 milhão de jogadores