BEM-VINDO, LEÃO!

Sport Recife anuncia entrada nos esports

eSport Recife terá times de CS2, LoL e EA FC Um dos clubes de futebol de maior tradição do país,...

Sport Recife anuncia entrada nos esports

Foto: Game Arena

eSport Recife terá times de CS2, LoL e EA FC

Um dos clubes de futebol de maior tradição do país, o Sport Recife está pronto para entrar no esporte eletrônico. A Game Arena conversou com exclusividade com Léo Fontes, nome responsável por trás do projeto do Rubro-Negro, para saber um pouco mais do projeto do time do Nordeste.

LEIA MAIS

Leo falou sobre estratégias e planos futuros para o eSport Recife, nome que o clube de futebol carregará no esporte eletrônico. Neste primeiro momento o time estará presente nas modalidades de Counter-Strike 2, EA FC (antigo FIFA) e League of Legends.

“O primeiro projeto que a gente vai atirar de maneira profissional para chegar forte no competitivo é o CS2. Estamos em discussões

finais para anunciar a nossa line em fevereiro. Não seria justo com o futebol não ter presença EA FC. E vamos para uma terceira modalidade que vai ser o League of Legends”, disse Leo Fontes.

Apesar do cenário de esports ter em jogos como Counter-Strike e League of Legends uma grande referência, Leo destacou a qualidade dos profissionais que chegarão para o EA FC. Amado por um e odiado por outros, o antigo “Fifinha” contará com um nome de peso.

Leo Fontes revelou que serão dois jogadores que representaram o eSport Recife no cenário profissional. O primeiro deles é um jogador que sairá do time de jovens da Base, empresa que guiará o projeto do Sport no esporte eletrônico.

Contudo, o segundo deles é uma das grandes apostas para que o Sport brilhe internacionalmente. Isso porque ele já possui história no cenário profissional, incluindo título de campeão brasileiro de FIFA.

O líder do projeto revelou que pretende entrar em outras modalidades em futuro próximo, mas entende que isso precisa ser feito com calma. Isso porque há a necessidade de captação financeira para que o eSport Recife consiga ter um caminho sólido nos esports.

“Por vontade própria a gente entraria em todas as modalidades. A gente entende que o cenário do esporte eletrônico depende diretamente de patrocínio. Então, projetos são viabilizados por meio de patrocínios, premiações e produtos licenciados”.


Veja também nossos vídeos. Se você ainda está na dúvida sobre o formato do Major, este aqui é perfeito para sanar qualquer confusão:

Acompanhe a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Esports

1

Esports

R6: diretor criativo da Ubi fala sobre toxicidade, anti-cheats e mais

2

Esports

VALORANT: fnatic ficará de fora de um mundial pela 1ª vez

3

Esports

RMR Américas: PGL não vai aderir atualização no torneio

4

Esports

RMR Américas 2024: guia do classificatório regional ao Major

5

Esports

PUBG MOBILE: com line BR, Liquid entra para cenário