Games

Bottom 5: os mascotes mais toscos dos anos 90
Colunas

Bottom 5: os mascotes mais toscos dos anos 90

Marcellus Vinicius •
02/07/2023 às 19h00, atualizado há um ano

No Bottom 5 da semana, a era de ouro dos mascotes também teve o outro lado

Os anos 90 foram a era de ouro de muitas tendências que, embora não tenham morrido completamente, ficaram pelo caminho. Foi o tempo do grunge, das revistas radicais de games, das calças que viram bermuda, e também dos mascotes de jogos com muita atitude e velocidade.

Várias empresas lançaram seus próprios personagens para tentar conquistar uma fatia na icônica disputa entre Mario e Sonic. Alguns deles eram divertidos e interessantes, outros completamente esquecíveis, e havia ainda aqueles realmente péssimos. No Bottom 5 dessa semana, vamos investigar o que rolou de mais tosco nessa onda de mascotes nos videogames!

Leia mais

5 – James Pond

James Pond é uma paródia de do agente secreto James Bond com seres do mar e alguma mensagem ecológica no meio. Aliás, vale citar aqui, todo mundo queria ser o Sonic nessa época, então os mascotes quase sempre eram animais antropomórficos tentando combater alguma corporação maligna e salvar a natureza.

4 – Zero, The Kamikaze Squirrel 

Zero era o antagonista de outro jogo de mascote meio bobo, o Aero. Por algum enorme mistério da humanidade ele acabou ganhando um jogo próprio. E justiça seja feita, o jogo tem algumas ideias bem legais, e a animação do personagem e dos cenários é bonita e bem dinâmica. 

O principal motivo do Zero estar nessa lista está no fato de, além dele ser muito mala, ainda reunir vários estereótipos muito ofensivos em relação à cultura japonesa. O mais evidente está na alcunha do personagem, kamikaze, fazendo alusão direta aos pilotos que se sacrificaram durante a 2ª Guerra Mundial. A introdução do jogo mostra inclusive o Zero voando em um avião com a bandeira japonesa que acaba explodindo. Tudo isso vindo de um jogo norte-americano é muita falta de noção. 

3 – Mo Hawk

É até difícil descrever o que raios é o conceito desse personagem. É um moicano de fones de ouvido que está pelado? Onde ele encaixa o tocados de música dele? Imagine a surpresa da família brasileira comprar um jogo para o filho, colocar o cartucho no Super Nintendo e se deparar com essa imagem acima bem na tela título.

Mo Hawk é mais um reflexo da tendência da época de tentar apelas para a juventude usando cores vibrantes, uma atitude despojada, algo que remetesse a adrenalina, velocidade e rock’n roll. 

2 – Cheetahman

Cheetahmen é quase uma lenda urbana entre entusiastas de jogos antigos e inusitados. É sobre gueopardos (ou chitas) que praticam artes marciais e saem por aí surrando inimigos em fases absurdamente difíceis – boa parte dessa dificuldade vem do fato do jogo ser muito ruim.

Apesar da esquisitice do conceito, o jogo é muito mais lembrado pela sua música tema. Não confie apenas na minha palavra, ouça esta belíssima obra:

 

1 – Bubsy

Justiça seja feita, existem muitos mascotes por aí mais irritantes e toscos do que o Bubsy. O personagem, porém, merece o ouro por ter conseguido se tornar o símbolo de tudo que essa lista está tentando ilustrar. Ele é uma imitação genética de Sonic que recebeu jogos cada vez piores na tentativa de capitalizar em cima da popularidade desses mascotes na década de 90. 

Tentaram de tudo com o coitado do Bubsy, até emplacar um desenho animado. 

  Gostou da lista? Lembra de mais transformações toscas do Mario? Compartilhe com a gente aqui no espaço de comentários e fique de olho, porque semana que vem voltamos com mais um  Bottom 5!


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

Últimos Arena Shorts

Bom dia com DROPS! Para começar o dia com as news quentinhas! 🔥🎮

Eita que vem mudança por aí, o que você achou?

Hora de se atualizar! Se liga no DROPS! 🕹

GameArena.GGDROPS NA ÁREA! 🔥 Confira as news de hoje! 🚀

Route, da LOUD de LoL, é acusado de soft inting; Novos jogos no XBOX Games Pass e mais! 🎮

Betnacional - A Bet do Galvão, do Thiaguinho e do Brasil

Mais sobre Games

  • Análise Game Arena

  • Card Games

  • Colunas

  • Free Fire

Betnacional - A Bet do Galvão, do Thiaguinho e do Brasil