Top Sioux

Top Sioux: 6 mães para acompanhar nos Esports

Para celebrar o dia das mães, este Top Sioux é especial

Top Sioux: 6 mães para acompanhar nos Esports

Arte: Game Arena

 

Em maio é comemorado o Dia das Mães e o Top Sioux dessa semana é especial! Separamos algumas das mamães do cenário brasileiro de esports para que você acompanhe suas jornadas no competitivo, feitas com muito amor e muito trabalho.

Não basta encarar os desafios do trabalho invisível e dupla — muitas vezes até tripla — jornada de trabalho de mãe e funcinária, afinal… além da ocupação em tempo integral, mulheres também possuem suas carreiras para zelar. Nos esports, não poderia ser diferente. Entre a dor e delícia de ocupar o cargo de mãe, pessoas do sexo feminino dividem seu tempo para também atuar no competitivo, na esperança de tornar um ambiente cada vez mais diverso e igualitário. Pensando nisso, esse Top Sioux não conta com colocações, que é o que fazemos usualmente, mas sim, conta um pouquinho sobre a história de cada uma das progenitoras que são destaque no cenário. Se liga:

 

Rafaela Arnoldi

Foto: reprodução/acervo pessoal

 

Um dos nomes mais antigos e importantes para a evolução de cenário começa a nossa lista. Rafaela Arnoldi é especialista em comunicação e já fez trabalhos que envolvem Public Relations, Marketing e, principalmente, a comunidade de diversos esports no Brasil. Conhecida por atuar no Premio Esports Brasil, ter sido um nomes proeminentes Gamers Club, também trabalhou no GET Rio e no MEG (Multiplataform eSports Games). Além de tudo isso, Rafa também é mãe do Gi e compartilha os desafios de ambas posições nas redes sociais, criando discussões necessárias sobre os dois papéis.

 

CarolzinhaSG

Foto: reprodução/MIBR

 

Carolina Salgueiro, mais conhecida como CarolzinhaSG é influenciadora do MIBR, streamer e apresentadora de games e esports em eventos e na TV. A criadora de conteúdo já fez diversos trabalhos na comunidade de esports, participando de eventos importantes do cenário, tais como o CBCS (Campeonato Brasileiro de Counter-Strike), BGS (Brasil Game Show), Pro League de Free Fire, WESG LATAM e até mesmo a World Cup de Fortnite. Fora do cenário de esports, Carolina cuida da filha Yaya, desempenhando também o papel de mãe.

 

CamilotaXP

Foto: reprodução/Garena

 

CamilotaXP é uma outra figura de renome no cenário brasileiro de esports. A apresentadora, host e atriz começou no League of Legends (LoL), ainda na época do famoso Circuitão — Circuito Desafiante que atualmente é conhecido como CBLOL Academy, e foi expandindo sua presença em campeonatos de diversas modalidades, ganhando notoriedade no Free Fire (FF), ao apresentar a Liga Brasileira de Free Fire (FF) e chegando a participar do mundial do battle royale da Garena. A personalidade também já passou pela BBL e ESL FACEIT, sendo que, recentemente se tornou mãe do Pedroca.

 

Susy Egert

Foto: reprodução/acervo pessoal

 

A lista recebe mais uma mãe em dose dupla — ou seria tripla?. Susy Egert foi responsável por fundar a iNCO Gaming, organização que tem forte presença em modalidades como PUBG Mobile e Call of Duty. A empresária é CEO do clube e acompanha a evolução das equipes de cada uma das modalidades que a iNCO é presente, sendo, ao lado dos times, campeã brasileira do PMPL Brasil (PUBG MOBILE Pro League Championship) e ficando em terceiro lugar no mundial de COD Mobile. Tudo isso com apenas dois anos de existência no competitivo. Mãe de dois, além de zelar pela organização, ainda divide seu tempo com o pequeno Pedro e pitchuca Izabel.

 

Babi Micheletto

Foto: reprodução/Riot Games

 

Uma das vozes mais importantes do VALORANT no Brasil também está neste Top Sioux especial. Babi Micheletto é caster da Riot Games e narradora do jogo de tiro. CEO e dona da Red Cat Produtora, também desempenha o papel de narradora esportiva do Canal GOAT. Além disso, é o nome por trás da Taça das Minas, campeonato inclusivo da modalidade responsável por revelar talentos do cenário, e foi considerada a melhor caster de 2022 no Premio Esports Brasil. A profissional é mãe de Matteo e Kaique.

 

LEIA MAIS

 

Giuliana “Caju” Capitani

Foto: reprodução/acervo pessoal

 

Caju tem presença forte nos esports, mas especificamente dentre a comunidade de League of Legends (LoL). Desde 2013 trabalhando no cenário, foi a primeira mulher a ter visibilidade no competitivo do game, trabalhando como assessora, social media e sendo responsável por construir a imagem de BrTT, que é considerado um dos maiores astros do Brasil. A influenciadora criou o programa Shot da Caju, é CCO do Complexo GG e apresentou a live do Prêmio Esports Brasil no último ano, um pouco antes de dar a luz ao seu filho Noah.


Se você gostou deste conteúdo em texto, veja também nossos vídeos. Neste aqui, separamos as seis jogadas mais inacreditáveis do VALORANT, confira:

Acompanhe a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Esports

1

Esports

CCT Finals: paiN perde para ANKAL na estreia

2

Esports

VALORANT: “falhei como líder com ele”, diz Saadhak sobre qck

3

Esports

CS2: arT revela propostas internacionais e o porquê do Fluxo

4

Esports

MSI: Tinowns tem rating maior do que Faker

5

Esports

VALORANT: aspas já está em Shanghai para disputar Masters