Diferenciados

CBLOL 2024: ONMETA fala característica do Fluxo que falta até em jogadores experientes

Elenco tem dado trabalho para adversários e é formado por pro players novos no cenário

CBLOL 2024: ONMETA fala característica do Fluxo que falta até em jogadores experientes

Foto: reprodução/Riot Games - Bruno Alvares

O primeiro split do CBLOL (Campeonato Brasileiro de League of Legends) se encaminha para a quarta semana de torneio. A Game Arena falou exclusivamente com ONMETA, treinador do Fluxo, sobre as caracteristicas do elenco e expectativas de próximos confrontos.

A equipe estreou com resultados positivos na competição, mas, na segunda semana, acabou tomando 0 a 2 da KaBuM! Esports e da Vivo Keyd Esports. Nas últimas disputas, o time conseguiu se encontrar e voltou a empatar confrontos.

Logo após o confronto contra a RED Canids, no último domingo (04), o profissinal responsável por comandar o time revelou que existe uma característica em seus atletas que até jogadores mais experientes não possuem e que isso o enche de orgulho.

“[É] exatamente esse fator: o jogo tava muito ruim; tava bem ruim até o Barão. Eles estavam com muita vantagem e bons champions para poder forçar lutas e tal”

“Mas mesmo assim, claro, vocês não conseguem ouvir as comunicações, mas não tinha um tom de de morte, sabe? Sabe aquela coisa assim… que tem uma palavra a cada minuto? Não tinha isso, sabe?”

“Tava todo mundo comunicando: ‘Ó, olha essa pessoa. Eles vão fazer isso’. Com certeza essa é uma característica, porque essa característica inclusive falta em alguns jogadores mais experientes…”

“Que às vezes, dentro de uma MD3, de uma MD5, perde o jogo da partida e acaba não conseguindo voltar; eles conseguem fazer outro jogo, isso com certeza”, explica o treinador.

 

LEIA MAIS

 

Neste domingo (11), o elenco roxinho irá enfrentar a INTZ, que tem vivido uma cobrança mais do que considerável por parte da torcida tradicional. Por mais que sejam embates diferentes, ONMETA acredita que os intrépidos irão vir com sede de vitória.

“A maior preparação é ainda sobre a gente. “[…] Se a gente for falar um pouco de INTZ, eu sinto que eles são um time que fazem muitas coisas no começo do jogo assim… iniciais; tô colocando treinos aqui na na conta.”

“É um time que estão prontos para briga. Eu lembro […] dos jogos da primeira semana deles e todo quase tô terminando uma luta, numa fight.”

“Então, nós não podemos entrar no jogo achando que a gente vai ganhar as coisas de graça. Eles vão lutar pelas coisas. A gente precisa estar apto a conquistar as nossas coisas que a gente quer dentro jogo”, conta o profissional.

Pelo segundo game deste sábado (10), a equipe irá disputar a quarta semana do CBLOL 2024 contra a paiN Gaming, que está nos holofotes do torneio e dividindo o primeiro lugar da tabela com a atual campeã brasileira, a LOUD.


Se você gostou deste conteúdo em texto, veja também nossos vídeos. Neste aqui, entrevistamos a Anyzatiza, da Riot Games. A primeira mulher a narrar uma partida de League of Legends oficial no Brasil, confira:

Acompanhe a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em League of Legends

1

League of Legends

CBLOL: “Grevthar não sabe a função dele”, analisa membro da IDL

2

League of Legends

LoL: Project L agora é 2XKO e tem inscrições para teste do jogo de luta

3

League of Legends

CBLoL 2024: FURIA anuncia afastamento de sul-coreanos

4

League of Legends

LoL: “vai ser difícil eles correrem atrás da paiN”, diz Ranger sobre LOUD

5

League of Legends

LoL: além do CBLOL, INTZ acumula sexta derrota no Academy