Picks & Bans

CBLOL 2024: “No Brasil, ela é levemente bagunçada”, diz dyNquedo sobre Taliyah

Pro player da paiN Gaming conseguiu uma vitória com a campeã no campeonato

CBLOL 2024: "No Brasil, ela é levemente bagunçada", diz dyNquedo sobre Taliyah

Imagem: reprodução/Riot Games e paiN Gaming - Arte: Game Arena

Há algum tempo, Taliyah aparecer na seleção de picks e bans do CBLOL (Campeonato Brasileiro de League of Legends) era sinônimo de derrota. A campeã voltou para a temporada de 2024 nas mãos de dyNquedo, mid laner da paiN Gaming.

A Tecelã das Pedras apareceu no meio da tradicional na última disputa do time, válida pela terceira semana da competição, e da melhor forma: com uma vitória em cima da KaBuM! Esports no último domingo (04).

Segundo o mid laner, que é considerado um dos melhores do Brasil, Taliyah não é necessáriamente uma personagem fáciil de desempenhar gameplays satisfatórias em Summoner’s Rift.

“Eu acho que a Thaliyah é um champion difícil mesmo de se jogar. Acho que em diversos motivos. Acho que ela é um champion difícil de jogar em time, ela é um champion difícil de extrair 100% dela”, explica.

 

Imagem: reprodução/Riot Games

 

O jogador profissional também deu exemplos de match ups contra a campeã e disse que ainda existe chance para a Taliyah em solo brasileiro visto que, a bonecona sofreu há algum tempo atrás em disputas do CBLOL.

“Então, se você jogar de Talia, por exemplo, contra uma Orianna, a Orianna é muito mais fácil de jogar no jogo todo; tanto a lane, quanto o time, ela tem que ser realmente bem executada”

“E a gente vê que, no Brasil, ela é levemente bagunçada, né? Outra coisa! (risos). Isso dificulta um pouco para ela, mas eu acho que agora a gente tá melhorando”, conta o jogador da paiN.

 

Foto: Reprodução/Riot Games

 

Para o mid laner da tradicional, os pro players brasileiros tem evoluído na gameplay com a Tecelã das Pedra, mas acredita que ainda levará um tempo para que ela esteja totalmente calibrada. Porém, se sente bem em a pickar nos confrontos caso seja necessário.

“Eu sinto que os jogadores estão jogando de Taliyah, tem uma Taliyah mais certinha. Eu tô bem confiante pra continuar jogando com ela se ela aparecer. Eu ainda acho que ela vai sofrer para ser sincerom mas acho que vai ser melhor que antes”, diz dyNquedo com seu clássico carisma.

 

LEIA MAIS

 

A paiN Gaming enfrenta, neste sábado (10), o time de moleques do Fluxo, em gameplay válida pela quarta semana da competição. Neste domingo (10), a tradicional irá fightar por objetivos contra a Vivo Keyd Stars, abrindo o torneio a partir das 13h.


Se você gostou deste conteúdo em texto, veja também nossos vídeos. Neste aqui, entrevistamos a Anyzatiza, da Riot Games. A primeira mulher a narrar uma partida de League of Legends oficial no Brasil, confira:

Acompanhe a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em League of Legends

1

League of Legends

CBLOL: Toucouille é afastado do campeonato, entenda

2

League of Legends

CBLOL: brTT reprova postura de Robo; “abaixar a cabeça e respeitar”

3

League of Legends

CBLOL: “Grevthar não sabe a função dele”, analisa membro da IDL

4

League of Legends

LoL: Project L agora é 2XKO e tem inscrições para teste do jogo de luta

5

League of Legends

CBLoL 2024: FURIA anuncia afastamento de sul-coreanos