Counter-Strike 2

Staff detalha “ameaças” e “humilhações” durante o GET Rio

Rafaela Arnoldi desabafou sobre problemas vivenciados no GET Rio e foi exaltada por jogadores

Staff detalha "ameaças" e "humilhações" durante o GET Rio

Foto: Jairo Domingos/Game Arena

O GET Rio chegou ao fim neste fim de semana com polêmicas para dar e vender. Com discussões que tomaram as redes sociais no decorrer dos últimos dias, pessoas que trabalharam para que tudo pudesse ser realizado sem (mais) problemas foram até as redes falar sobre os bastidores da disputa.

LEIA MAIS:

Rafaela Arnoldi, figura conhecida no esporte eletrônico e no universo do Counter-Strike, detalhou no X, antigo Twitter, tudo o que passou ao longo da última semana. Contratada como player manager, ela precisou tirar coelhos da cartola para entregar o que o público presente no Maracanãzinho saiu de casa para assistir.

O trabalho extra dela começou quando ela precisou tomar conta de diversos setores do GET Rio por falta de pessoal. A Game Arena presenciou Rafa Arnoldi resolvendo diversos pepinos para as coisas funcionarem.

Rafa revelou nas redes sociais que andou 99,3 quilômetros no decorrer dos cinco dias de evento. Além disso, também viu o sono ter sido privado e revelou que dormiu apenas 24 horas em sete dias (menos da metade do que é recomendado pelos médicos no mesmo período).

“Falta de estrutura, falta de pessoal. Éramos seis pessoas de produção para um evento inteiro. Diariamente a gente enfrentou ameaças, humilhações, medo de não conseguir entregar o evento”, desabafou Rafa.

Se os organizadores do evento fracassaram em entregar um torneio de Counter-Strike que o público merece, Rafa Arnoldi chamou a atenção para o carinho e cuidado dos poucos que estavam dispostos a ajudar e fazer o evento acontecer.

Rafa disse que pessoas apaixonadas estavam focadas em resolver tudo o que acontecia no meio do caminho. Conhecendo o cenário do esporte eletrônico como poucos, Rafaela Arnoldi tentou fazer a experiência se tornar o melhor possível para quem esteve presente.

“Nos agarramos a nós mesmos e fizemos a melhor entrega que podíamos. A gente não é amador. A gente não é vergonha para os esports nacional e vocês podem perguntar isso aos atletas e staffs que tiveram conosco. Nós fizemos o melhor com o que tínhamos, que era praticamente nada”.

Reconhecimento merecido

O desabafo de Rafaela não demorou para repercutir nas redes sociais. Duas horas depois da publicação, o texto já havia atingido 38 mil visualizações, 80 comentários e 50 repostagens. Entre elas, diversos jogadores que estiveram presentes na disputa, exaltando o trabalho dela e de outras pessoas que ajudaram o evento a acontecer.

Jogadores e comissão técnica do MIBR, tanto misto quanto feminino, paiN Gaming e outros nomes do esporte eletrônico exaltaram o trabalho exercido por Rafa. Entre eles, atletas da paiN que conquistaram o título da GET Rio, apesar da polêmica envolvendo o troféu.

“Vocês foram foda, Rafa. Nós do MIBR vimos de perto tudo o que ocorreu durante o evento e mesmo assim nos sentimos super bem e muito acolhidos por vocês: Slow, Nati, Kadu e todos que fizeram parte da produção do evento. Parabéns pelo esforço e empenho”, disse BIT.

Dupla de jogadores campeões do GET Rio, Lucas “lux” Meneghini e Kaue “kauez” Kaschuk também elogiaram o trabalho de toda a produção que esteve com Rafa durante as disputas, reiterando o esforço dela para que o evento desse certo.

“Eu que agradeço pelos esforços, empenho e tudo o que vocês fizeram por nós nesses dias”, disse lux. “Muito obrigado, Rafa! Vocês foram brabos. Apesar de tudo, sempre conseguiram ajudar os times dentro do possível e impossível”, completou kauez.


Assista também aos nossos vídeos. Neste aqui conversamos com felps, jogador da Imperial, antes da estreia na Pro League:

Siga a Game Arena nas redes sociais: TwitterYouTubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

CS2: FalleN presenteia SK com camisa comemorativa

2

Counter-Strike 2

CS2: FURIA é convidada para CCT europeu

3

Counter-Strike 2

CS2: Sharks move drg e togs para o banco

4

Counter-Strike 2

CS2: jogador “recria” lance de coldzera, mas na Dust 2

5

Counter-Strike 2

CS2: torneio exclusivo para os EUA terá premiação milionária