A lenda do 1.6

IEM Katowice: “feliz em estar de volta”, diz NEO sobre Spodek Arena

Treinador da FaZe, NEO relembrou conquista de Major da Virtus.pro, falou sobre nova função e usou FalleN como exemplo

NEO

Foto: Game Arena.



Um dos maiores jogadores da história do Counter-Strike 1.6, o polonês Filip ‘NEO’ Kubski, atual treinador da FaZe Clan, está de volta a Spodek Arena, dez anos após conquistar o seu único título de Major com a Virtus.pro, em 2014.

Perguntado pela Game Arena de forma exclusiva sobre como é a sensação de retornar ao ginásio onde fez história em casa, NEO revelou que seu sonho era retornar como jogador, mas está feliz por essa nova fase.

“Já fazem uns 10 anos desde que vencemos o torneio e aquela foi a única vez que joguei para a torcida polonesa na Spodek Arena. Meu sonho sempre foi de voltar como jogador, isso não aconteceu, mas ainda estou feliz, já que estarei lá como treinador. É difícil dizer como irei me sentir, porque eu posso esperar algo, mas na hora virão todas as emoções, vamos ver como vai ser. É uma linda história e estou feliz em estar de volta.” – disse.

Ainda sobre a geração da Virtus.pro campeã de Major, NEO foi perguntado sobre como ele ver ex-companheiros também atuando na função de treinador, como TAZ na G2 e Kuben na ENCE. Ele acredita que o amor ao jogo fazem os ex-jogadores continuarem.

“Acredito que, se você ama o jogo, e hoje em dia temos mais oportunidades a jogadores depois que eles terminam suas carreiras profissionais, há mais opções para eles. Não tínhamos isso no passado, os Esports estão crescendo e acho que seja uma opção natural, é uma de várias escolhas se você quiser continuar próximo do jogo. Já que o amamos tanto, a parte estratégica do jogo e só de estar perto dele, é um dos jeitos.” – contou.

Fortalecendo sua tese, NEO ainda usou FalleN como exemplo para justificar esse “amor ao jogo” e acredita que o professor tem condições de, no futuro, também assumir essa função.

“Por exemplo, o FalleN é uma lenda, no Brasil ele construiu times que venceram  grandes campeonatos, ele conhece muito do jogo, e acho que não seria problema para ele se tornar coach. Não acho que todos estão prontos para isso, mas ele é um capitão, então deverá ser fácil para ele. Essa é uma opção bem legal de ficar com o jogo e viver essa vida em time de CS.” – afirmou.

LEIA MAIS:

O NEO treinador

Sobre esta nova fase na carreira, a de treinador, NEO conta como tudo começou. Ele diz que foi algo inesperado e que vem aprendendo a cada dia sobre como lidar com essa nova função.

“Cheguei de forma inesperada. Existia a vaga na FaZe, eles me convidaram. Levou um tempo para eu me adaptar ao fato de não estar mais dentro do jogo e só fora, acho que aprendi o impacto que você pode ter, um tipo diferente de impacto, aprendi que é mais estressante participar do jogo de fora. “ – revelou.

Concluindo a entrevista, NEO elogiou a FaZe e os jogadores que atualmente comanda: “Ainda estou aprendendo, é um longo processo até conhecer todo mundo, mas na FaZe, fico feliz em fazer parte disso, esses caras são muito profissionais, trabalham duro, gosto muito do ambiente que temos e é uma experiência muito boa.” 

NEO e TAZ se reencontrarão amanhã, ambos comandando suas equipes no primeiro jogo das quartas de final da IEM Katowice 2024, entre FaZe x G2, às 12h15, horário de Brasília, desta sexta-feira (9).


Assista a mais vídeos da Game Arena. Neste aqui, conversamos com guerri após a eliminação da FURIA de Katowice:

Game Arena está cobrindo presencialmente a IEM Katowice 2024. Acompanhe o torneio através das nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

IEM Dallas: FURIA domina clássico da “lei do ex” contra Imperial

2

Counter-Strike 2

RMR Europa: confrontos do Last Chance Qualifier, veja

3

Counter-Strike 2

RMR Europa: equipes do Decider são definidas; veja lista

4

Counter-Strike 2

RMR Europa: Heroic se classifica para o Major da Dinamarca

5

Counter-Strike 2

IEM Dallas: em boa fase, Imperial quer quebrar tabu contra FURIA