aspas fortes

GET Rio: Gaules critica organização do campeonato: “Uma porcaria”

Maior streamer do Brasil, Gaules revelou que não participou do campeonato por não querer estar associado a ele

BPL Gaules

Foto: Divulgação/Tribo

Alexandre ‘Gaules’, maior streamer do Brasil e um dos líderes da comunidade nacional do Counter-Strike 2, criticou com veemência a organização da Global Esports Tour (GET) Rio 2024.

Após a disputa da decisão do torneio, vencida pela paiN Gaming contra a Imperial no último sábado (20), Gaules fez um longo pronunciamento de mais de 10 minutos falando a respeito sobre o campeonato, proferindo críticas a organização.

Pegando os melhores trechos do pronunciamento, o primeiro dele foi Gaules falando sobre o porquê de não ter participado do campeonato ou ter ido para o Rio de Janeiro transmiti-lo presencialmente. Ele afirma que não quis estar associado a competição, pois sabia os problemas que aconteceria.

Não quero estar associado a nada ligado a isso. Não quero estar lá tirando foto, participando presencialmente. Não é só uma questão de saber que teria problemas, pois eu faço isso todo dia e consigo imaginar. Eu tenho que entender que sou um lugar que a comunidade gosta de transmitir, de assistir e estar. E um lugar onde as pessoas tem voz.” – disse.

Sobre o evento, Gaules afirmou que as pessoas que estavam a frente da GET Rio não sabiam o que estava fazendo e, por isso, deixou que o evento tivesse tido tantos problemas.

Claramente um evento mal organizado, mal gerido, mal feito. Você olha, tem um gasto muito exagerado para as coisas que foram apresentadas. Uma organização leiga, uma forma de fazer que envergonha, não só as pessoas que trabalham disso, mas também as que gostam e participam disso.” – afirmou.

LEIA MAIS:

Gaules ainda parabenizou a paiN Gaming, campeã da competição, e a todos os times e jogadores que disputaram o torneio pela força de vontade de cada um deles de passar por cima dos problemas.

Estando aqui o tempo todo e vendo tudo, eu tenho a liberdade de falar que foi uma porcaria. Parabéns para paiN e para todos os jogadores que participaram desse evento, fizeram mágica de estar jogando, de estar dormindo pouco, reclamando pouco. Acho que essa é a mudança de chave dessa geração.” – contou.

Criticando as pessoas a frente da GET Rio, Gaules espera que, no futuro, as vozes ativas da comunidade de CS não permita que novos torneios repitam os mesmos problemas que aconteceram no Maracanãzinho.

O evento em si, me chama atenção de várias coisas. E as pessoas que tem o mesmo poder que eu tenho, de estar a frente da comunidade, olhem para isso e não permitam que aconteça novamente no futuro. É inadmissível você ver as pessoas que estão a frente, receber dinheiro disso e fingir que nada está acontecendo.” – revelou.

Por fim, Gaules se disse envergonhado com a forma como o dinheiro público foi utilizado nesse evento, já que a organização do torneio veio em parceria da Prefeitura do Rio com a CBGE, Confederação Brasileira de Games e Esports.

Espero que nos próximos campeonatos, pessoas mais competentes usem o nosso dinheiro de uma forma que seja mais aceitável, porque eu pago imposto, você paga imposto. Eu gostaria de ver o dinheiro público sendo usado para várias coisas, inclusive para o esporte eletrônico. Mas, a partir do momento que você ver o nosso dinheiro sendo usado dessa forma, é impossível ficar envergonhado. É com esse sentimento que eu saio desse campeonato.” – finalizou.

Veja o pronunciamento completo abaixo:


Assista também aos nossos vídeos. Neste aqui conversamos com felps, jogador da Imperial, antes da estreia na Pro League:

Siga a Game Arena nas redes sociais: TwitterYouTubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

CCT Finals: paiN perde para ANKAL na estreia

2

Counter-Strike 2

CS2: arT revela propostas internacionais e o porquê do Fluxo

3

Counter-Strike 2

CS2: fnx expõe condições para luta contra pasha

4

Counter-Strike 2

CS2: “não voltarei como jogador”, fnx anuncia aposentadoria

5

Counter-Strike 2

BetBoom Dacha: MIBR perde mais uma e está eliminado