Chegaram perto

Major Copenhagen: “partida ganhável”, diz zakk após derrota da Imperial

Zakk vê "demérito" da Imperial em derrota para a Vitality no Major de Copenhagen

Zakk como treinador da Imperial no Major de Copenhagen

Foto: Stephanie Lindgren/PGL

Treinador da Imperial, Rafael “zakk” Fernandes lamentou a derrota contra a Vitality pelo PGL CS2 Copenhagen Major 2024. Em conversa com a Game Arena após o confronto, ele disse que via o time com condições de ganhar a partida.

LEIA MAIS

É diferente da partida de ontem que a gente foi dominado. Essa, com certeza, era uma partida totalmente ganhável, né? Cometemos alguns erros que nesse nível não tem como e você vai ser punido. Então, fomos punidos“, disse zakk.

Confiante de que o resultado poderia ter sido diferente, zakk acredita que houve demérito da Imperial em diversas situações. Em uma melhor de um, o placar apertado por 13 a 9 evidenciou que o time brasileiro poderia vencer se tivesse errado menos em algumas situações.

HEN1, zakk e decenty pela Imperial no Major da Dinamarca
Foto: Stephanie Lindgren/PGL

Experiente, zakk já enfrentou os melhores times do mundo e reconhece de perto algo que chama a atenção. Contudo, ele disse que não foi esse o caso do confronto contra a Vitality. Mesmo dando o crédito de conseguir se adaptar facilmente, ele mostrou que não era nenhum bicho de sete cabeças.

Não consigo dar mérito para eles porque eles jogaram um CS normal. Não teve nada demais, uma tática super alucinante. Esses Tier S jogam um CS padrão e entendem o que está rolando. Se adaptam e fazem as coisas rápido. Eu coloco como um demérito nosso. Faltou alguns detalhes. Tiveram erros de atenção, algumas coisas ali no freeze que acabaram sendo despercebidas. É complicado, pois são detalhes e são os detalhes que fazem você ganhar o jogo.

Por mais que tenha começado o Elimination Stage com vitória, a Imperial está no bico do corvo com 1-2. O treinador disse que não consegue ver isso como algo negativo mesmo estando a uma derrota de ser eliminado. Confiante no futuro, ele acredita que a união do time pode fazê-los aumentar de patamar.

A gente tem cinco meses de time, tá ligado? É tudo muito novo. Tem que passar por muito erro. Vai ficar bravo, vai brigar. O importante é a gente se manter unido e arrumar esses erros. Se Deus quiser, vai chegar em dezembro e vamos estar outro time. Vamos estar em outro patamar. É paciência“.

Os imperadores voltam aos servidores neste sábado (23), em confronto que vale a permanência no primeiro Major de CS2. O horário e o adversário ainda não estão definidos.


Assista aos nossos vídeos também. Neste aqui, entrevistamos FalleN após a vitória sobre a ENCE:

Game Arena está cobrindo presencialmente o PGL CS2 Major Copenhagen 2024. Siga as nossas redes sociais para ficar por dentro de tudo que acontece no mundial: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

CS2: kNg monta ‘Dream Team’ brasileiro com e sem ele, veja escalação

2

Counter-Strike 2

CS2: Cloud9 avalia disband da escalação

3

Counter-Strike 2

CCT Finals: cadiaN toma facada proposital de stavn e jabbi; veja vídeo

4

Counter-Strike 2

CS2: donk é o jogador que mais cresce em jogos decisivos; veja lista

5

Counter-Strike 2

CS2: Sharks anuncia chegada de koala