Esports

biguzera
Counter-Strike 2

GET Rio: biguzera afasta rumores sobre FURIA: “Jogo onde me sinto bem”

Em entrevista durante a GET Rio, biguzera foi perguntado sobre a possibilidade de se juntar a FURIA após apelo da torcida

Thulio Bastos •
18/04/2024 às 17h41, atualizado há 3 meses

A paiN Gaming venceu na estreia da Global Esports Tour (GET) Rio 2024, batendo a Monte na série melhor de um mapa, realizado na Anubis, por 16 a 13. Após o triunfo, o capitão da equipe, Rodrigo ‘biguzera’ Bittencourt, deu entrevista a Game Arena.

Em um papo curto, de apenas uma pergunta, biguzera foi questionado sobre a possibilidade de se juntar a FURIA, após apelo da torcida depois da saída de arT. Ele afastou os rumores de uma possível junção com FalleN.

É um pedido normal. Acho que a FURIA tem muita torcida e ela foi o Top 1 BR por muito tempo. Acho que, quando tem um time que fica tanto tempo no topo, qualquer revelação, qualquer jogador novo que surge, pessoal sempre pede na FURIA e não em outros times que possam ultrapassar a FURIA.” – afirmou.

biguzera concluiu sua fala reafirmando que não se importa em ser o melhor jogador, ou estar no melhor time, ou conseguir dinheiro. Ele gosta de se sentir bem e, enquanto se sentir assim na paiN, continuará na equipe.

É normal, mas como eu já falei, eu não jogo pensando em ir para o melhor time, ou por dinheiro, eu jogo por onde eu me sentir bem e enquanto eu me senti bem, vou continuar aqui.” – concluiu biguzera.

LEIA MAIS:

nqz fala sobre mudança de n1ssim por nyezin

biguzera nqz

Em papo com o repórter Filipe Carbone, também após vitória sobre a Monte, nqz falou sobre como é jogar com a família e amigos no stage.

É muito gostoso. Minha família tá aí, os torcedores também, fazendo muito barulho, cada round empurrando, gritando e jogando junto. É uma sensação muito gostosa e uma sensação única.” – disse.

Sobre a mudança que a paiN passou desde o Major, saída de n1ssim e chegada de nyezin, nqz afirmou que a equipe está passando por um período de adaptação pela mudança e que é algo bem desafiador.

Estamos passando por um período de adaptação, onde recebemos a notícia que teríamos que jogar sem ele e estamos mandando super bem. O nyezin é moleque muito bom, comunica muito bem, muito tranquilo, mas demanda um tempo para ajustar as coisas, deixá-lo confortável no jogo, mostrar como a gente gosta de jogar cada mapa. Então, está sendo bem legal, mas também é bem desafiador, pois querendo ou não, é uma baixa.” – finalizou.


Assista também aos nossos vídeos. Neste aqui, lembramos seis vezes que palcos foram invadidos nos esports:

A Game Arena está cobrindo presencialmente A GET Rio 2024. Siga-nos nas redes sociais: TwitterYouTubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

Últimos Arena Shorts

Bom dia com DROPS! Para começar o dia com as news quentinhas! 🔥🎮

Eita que vem mudança por aí, o que você achou?

Hora de se atualizar! Se liga no DROPS! 🕹

GameArena.GGDROPS NA ÁREA! 🔥 Confira as news de hoje! 🚀

Route, da LOUD de LoL, é acusado de soft inting; Novos jogos no XBOX Games Pass e mais! 🎮

Betnacional - A Bet do Galvão, do Thiaguinho e do Brasil

Mais sobre Esports

  • Call of Duty Warzone

  • Cobertura eventos

  • Esports Awards

  • Facebook Gaming

Betnacional - A Bet do Galvão, do Thiaguinho e do Brasil