Prévia

Preview | Cat Quest 3 entrega muito estilo, fofura e combates dinâmicos

Cat Quest é aquela clássica franquia com a qual sempre flertei: ou seja, sempre quis dar uma chance de embarcar...

Imagem de capa de Cat Quest 3

Imagem: Kepler Interactive/Reprodução

Cat Quest é aquela clássica franquia com a qual sempre flertei: ou seja, sempre quis dar uma chance de embarcar nessa aventura, mas nunca de fato o fiz. Mas isso mudou com Cat Quest 3, que pude testar por algumas horas.

A demonstração concedida para o Game Arena vai além da versão que está disponível para o público testar no Nintendo Switch, com mais áreas e objetivos que podem ser cumpridos. Então, sem mais delongas, eis a nossa prévia.

Combate ágil feito um felino

Cat Quest 3 é, assim como seus antecessores, um título do gênero RPG de ação envelopado por visuais coloridos e personagens carismáticos que esbaldam fofura e/ou estilo. Aqui, é ainda possível jogar em co-op com mais um jogador em tela dividida.

Logo no início, após escolher se a personagem principal seria fêmea ou macho, a história começa a ser narrada e apresenta tragédias, lendas e cenários fantásticos. O básico para que o jogador se sinta imerso na aventura prestes a começar.

Pouco tempo depois, a jornada de fato começa com o herói/heroína sendo acompanhado(a) pelo Capitão Chapelinho, uma espécie de guia espiritual que cuidou e serviu de mentor para o(a) protagonista desde que era filhote.

A primeira missão é deixar sua ilha e conseguir um barco. Neste ínterim, o jogo apresenta os comandos básicos da personagem principal, e devo dizer que, logo depois dos visuais, o que mais gostei em Cat Quest 3 foi o gameplay.

Mesmo esta sendo minha primeira interação com a franquia, pude sentir como a jogabilidade é dinâmica. O grande destaque são os combates em tempo real, que começam a partir do momento em que os inimigos percebem sua presença.

Leia mais

A personagem principal (uma gata no meu caso) pode utilizar dois tipos de armamentos: curta e longa distância. O primeiro caso se refere a espadas, garras e outras armas brancas. Já o segundo tipo é exclusivo para armas de fogo.

A troca entre um tipo e outro é feita com apenas um botão, o que permite uma mudança rápida na estratégia. Além disso, minha heroína felina também é capaz de desviar de ataques com um rolamento e de soltar magias elementais.

Toda a experiência é extremamente prazerosa, e como tudo acontece em tempo real, a exploração muitas vezes se mistura com combate e vice-versa. Ah, e as lutas de navios também são bem interessantes.

O navio, por sinal, apresenta mecânicas simples de movimentação e de combate. Minha única crítica em termos de jogabilidade é a velocidade da felina enquanto caminha por terra, algo que o estúdio talvez ainda possa melhorar para deixá-la um pouco mais rápida.

Trocadalhos e liberdade de exploração

A versão para testes permitiu explorar bastante o mapa. Uma vez que conquistei meu próprio barco, pude ancorá-lo em diversas praias e ilhas do Miauribe, repletas de Pi-Ratos e outros inimigos — sim, os textos PT-BR do jogo são recheados de trocadilhos e eu achei todos incríveis.

O jogo permite explorar qualquer cantinho de terra ou navegar em pleno mar, o que pode agradar quem gosta de se perder no mundo sem destino definido. E como existem missões primárias e secundárias, e diversos segredos e dungeons para investigar, ter essa liberdade na exploração ajuda bastante.

Também visitei cidades e interagi com personagens secundários não-jogáveis, como a taberneira Dona Galacta, por exemplo; e até mesmo tive um breve encontro com o temível Rei dos Pi-Ratos, que parece ser o grande vilão de Cat Quest 3.

A demonstração acabou automaticamente ao enfrentar o Rei Javali. A batalha contra ele é recomendada apenas quando a personagem principal chega no nível 10, mas consegui derrotá-lo no nível 6 — muito embora, o chefão tenha levado algum tempo até cair de vez.

Ao final de tudo, minha experiência com Cat Quest 3 foi bastante positiva: o suficiente para me convencer de adquirir os dois jogos iniciais da franquia, além de me deixar ansiosa para o lançamento do terceiro título.

Quando Cat Quest 3 será lançado?

Cat Quest 3 está sendo desenvolvido pelo estúdio The Gentlebros e distribuído pela Kepler Interactive. O game será lançado em 8 de agosto para PC, Switch, Xbox e PlayStation.


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYouTubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Games

1

Games

Bethesda Games Studios formam um ‘sindicato geral’ que inclui artistas, designers e programadores

2

Games

Review | Kunitsu-Gami Path of the Goddess é um respiro em uma indústria engessada

3

Games

EVO 2024 | Street Fighter 6 revela novo trailer e janela de lançamento de Terry Bogard

4

Games

EVO 2025 terá quatro edições, inclusive na Europa

5

Games

EVO 2024 | Tekken 8 confirma Heihachi Mishima como novo personagem jogável para a alegria dos fãs