Notícias

Twitch: CEO admite que a plataforma não é rentável

Em uma transmissão sobre a Twitch, CEO da plataforma admite que não tem lucros O CEO da Twitch, Dan Clancy,...

Twitch CEO

Em uma transmissão sobre a Twitch, CEO da plataforma admite que não tem lucros

O CEO da Twitch, Dan Clancy, conduziu uma sessão de perguntas e respostas (Q&A) na Twitch, após a notícia divulgada nesta semana de que a empresa está demitindo mais de 500 funcionários, representando aproximadamente 35% de sua força de trabalho. Além disso, Clancy admitiu que a plataforma não é rentável.

“Já indicamos anteriormente que precisamos administrá-la de forma sustentável”, afirmou Clancy. “Mas vou ser direto: atualmente, não estamos obtendo lucro.” Ele prosseguiu: “A Amazon tem dado um suporte extremamente valioso à Twitch, e é crucial, para garantir nossa sustentabilidade ao longo do tempo, que não tenhamos prejuízos”.

Leia mais

Em um e-mail interno para a equipe explicando as demissões, Clancy afirmou que a organização ainda é “significativamente maior do que precisa ser dada a dimensão de nosso negócio”. Ele reiterou esse ponto durante a transmissão. “Precisamos garantir que a Twitch tenha o tamanho certo para podermos estar aqui por muito tempo”, destacou.


“É essencial que a Twitch não esteja presente apenas hoje, não apenas amanhã, mas daqui a 50 anos, 100 anos. Nosso papel é administrar a Twitch de modo a garantir sua prosperidade, seu florescimento, para que esteja aqui para vocês e para as comunidades que construíram, pois eu não acredito que as outras plataformas sejam realmente comparáveis à Twitch.”

Twitch encerrará atividades na Coreia do Sul

“Em termos de tomada de decisão, éramos maiores do que precisávamos ser, considerando o tamanho necessário para atender às suas demandas.” Clancy também mencionou que o setor como um todo enfrentou demissões ao longo do último ano, e enfatizou que a plataforma precisa operar com base na realidade atual, embora tenha grandes aspirações para o futuro.

Além das demissões recentes, a empresa encerrará suas operações na Coreia do Sul no final do próximo mês, devido ao alto custo das operações. “Quero deixar claro que ainda temos recursos mais do que suficientes”, assegurou Clancy. “Ainda somos uma organização de tamanho razoável. Continuaremos atendendo às suas necessidades, melhorando o produto. Embora não possamos fazer tanto quanto faríamos antes, acredito que ainda veremos muitas novidades emocionantes em 2024”.

Com informações de: Eurogamer


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Notícias

1

Notícias

Ragnarok Origin: ROO já está disponível e terá evento temático em São Paulo

2

Notícias

Embracer Group fecha acordo milionário para venda do estúdio de Star Wars: Knights of the Old Republic – Remake; entenda

3

Notícias

Immortals of Aveum: diretor acredita que jogo deve crescer ao longo dos anos

4

Notícias

Helldivers 2: imagens de um jogador usando um Mecha aparecem na internet

5

Notícias

Final Fantasy 7 Rebirth: como conseguir todas as Invocações