Jujutsu Kaisen Cursed Clash

Jujutsu Kaisen Cursed Clash – O que você precisa saber antes de comprar o game

Com o sucesso do anime, Jujutsu Kaisen Cursed Clash ganhou o centro das atenções entre os lançamentos de games no...

Jujutsu Kaizen Cursed Clash

Com o sucesso do anime, Jujutsu Kaisen Cursed Clash ganhou o centro das atenções entre os lançamentos de games no mês de fevereiro. Entretanto, isto ocorre tanto pelos aspectos positivos quanto negativos do que foi apresentado até agora.

Como a grande maioria dos títulos baseados em séries da Jump, a Bandai Namco é a encarregada pela publicação e gestão da marca. Para a tarefa do desenvolvimento, os responsáveis foram os estúdios Byking e Gemdrops.

É aqui que já começamos a apontar possíveis problemas no game.

A Byking é uma velha conhecida dos gamers fãs de anime. Preste atenção aqui, não estou falando em “gamers fãs dos JOGOS de anime”. Este estúdio é uma parceira antiga da Bandai, já trabalhando com títulos de My Hero Academia.

É aqui que acendemos o sinal de alerta. Os jogos baseados em My Hero Academia são da série My Hero One’s Justice. O primeiro título é cheio de problemas sérios, com uma média de 6.5 no Metacritic. Já o segundo deu uma leve melhorada, beirando 7.0 pontos na mesma plataforma de avaliações.

Seguindo com os jogos da Byking envolvendo a série do Deku e All Might, temos o My Hero Ultra Rumble, um jogo de batalhas no mesmo molde dos anteriores, mas em arenas gigantescas e com uma pegada voltada para o Battle Royale.

Os três títulos acima não são classificáveis como “bons”, sendo que no máximo são medianos. O primeiro My Hero One’s Justice falha em entregar uma experiência sólida e divertida, estando recheado de bugs no lançamento.

Jogos de Anime
Bonitinho, mas ordinário…

A sequência é praticamente o mesmo jogo, só que com mais personagens e melhorias pontuais na gameplay (sem os bugs). My Hero One’s Justice 2 é mais “agradável” de se jogar.

Claro, tanto a Byking quando a Bandai Namco produziram ambos os jogos com um baixíssimo orçamento, com falhas graves que seriam evitadas com um amior cuidado.

Um bom exemplo são as imagens estáticas descrevendo a história, quando poderiam utilizar capturas das cenas do anime original. Talvez algumas animações pontuais para deixar o decorrer do game menos enjoativo. Bastava seguir o exemplo de Naruto Ultimate Ninja Storm.

Mas é o que tínhamos pro dia…

Jujutsu Kaisen Cursed Clash
Pelas cenas de gameplay, as batalhas de Jujutsu Kaisen Cursed Clash não estão muito diferentes do que encontramos em My Hero’s One Justice

Já o segundo estúdio envolvido com Jujutsu Kaisen Cursed Clash é o Gemdrops. Além de suporte a títulos menores, seu grande trabalho aconteceu no remake Star Ocean Second Story R, RPG da Square Enix lançado em 2023.

Entretanto, este estúdio é focado em produções de animações, cenários e ambientes 3D, sendo que realizaram um excelente trabalho em Star Ocean. Logo, podemos esperar um polimento um pouco mais caprichado com o futuro jogo da Bandai Namco se contarmos com a Gemdrops.

Mas e a gameplay?

Tudo o que sabemos partiu de trailers divulgados pela Bandai Namco. Mas o jogo é descrito como um “2×2 Action Brawler”(algo como “Luta de Ação” em tradução livre). Mas nada mais é do que um bom e velho Arena Fighting Game derivado de uma série de anime.

Claro, alguns casos podem surpreender, conforme vimos na franquia “Naruto Ultimate Ninja Storm” ou em jogos mais antigos como “Dragon Ball Z: Budokai Tenkaichi”, mas são exceções à regra.

A grande maioria dos Arena Games de animes falha em entregar lutas equilibradas, divertidas ou que pelo menos não sejam tão repetitivas.

Mesmo que elas venham a ser repetitivas, se um modo história entregar animações ou cenas marcantes entre batalhas dinâmicas e criativas como acontece em “Naruto Ultimate Ninja Storm”, parte da diversão estará garantida.

Mas se levarmos em consideração o recente trabalho do Byking com My Hero One’s Justice e a falta de suporte total ao balanceamento e novos modos de jogo, então podemos esperar problemas já no lançamento do game.

Naruto X Boruto Ultimate Ninja Storm Connections contará os melhores momentos da franquia.
Um exemplo a ser seguido pelos Fighting Arenas baseados em animes

Diferente do modo falso modo 3×3 de One’s Justice, o novo Jujutsu Kaisen Cursed Clash terá batalhas focadas em duplas. Pelos trailers, observamos uma maior interação entre os personagens tanto antes quanto durante as batalhas.

Temos ataques a distância em conjunto entre lutadores. Dois personagens do mesmo time como Maki e Panda interagem em ataques conjuntos a curta distância. As possibilidades são diversas e podem gerar partidas divertidas.

Claro, se tivermos realmente duplas atuando de maneira funcional nas batalhas. Nas partidas de times de One’s Justice, por exemplo, apenas o membro principal fazia algo de interessante, com os outros dois membros do trio servido apenas para participações pontuais e de pouca relevância nas partidas.

Além das maldições, Jujutsu lida também com questões de habilidades e técnicas como “Expansão de Domínio”, onde o ambiente ao redor é alterado em benefício do usuário. Um recurso muito interessante no anime que provavelmente não será replicado no game conforme vimos no trailer de gameplay acima.

A expansão será resumida a um simples ataque especial que provavelmente funcionará apenas em personagens com a guarda baixa. Nada de inovador e muito do que já vimos tantas e tantas vezes nos arenas games de anime.

“Com uma história única e atraente e foco na ação intensa, JUJUTSU KAISEN é o anime perfeito para fazer esse salto para os videogames”, esta é a afirmação de  Misaki Kai, produtor da Bandai Namco.

De fato,o anime é perfeito para uma adaptação. Se o trabalho da Byking for eficiente, só o tempo dirá…

LEIA MAIS

Poucos personagens no lançamento de Jujutsu Kaisen Cursed Clash

Um outro grave problema que pode preocupar são os poucos personagens dentro do jogo de luta. Atualmente, Jujutsu Kaisen Cursed Clash possui apenas 16 personagens listados no game. São eles:

  • Hanami
  • Jogo
  • Kento Nanami
  • Mahito
  • Maki Zen’in
  • Megumi Fushiguro
  • Nobara Kugisaki
  • Panda
  • Ryomen Sukuna
  • Satoru Gojo
  • Suguru Geto
  • Toge Inumaki
  • Yuji Itadori
  • Yuta Okkotsu

Sabemos que a obra original publicada pela Weekly Shonen Jump traz muitos outros personagens além destes listados. Mas o game deve seguir o anime, mais especificamente até a primeira parte da segunda temporada.

Jujutsu Kaisen Cursed Clash Yuta
A versão “moderna” de Yuta é presença garantida no elenco de Jujutsu Kaisen Cursed Clash 

Com certeza, o título ganhará um passe de temporada, que adicionou mais quatro a seis novos lutadores. Resta saber se eles realmente serão funcionais, valendo a pena gastar dinheiro, ou se serão versões repaginadas de personagens já existentes.

Claro, o próprio site promocional no jogo lista “Power Ups” para personagens durante as batalhas, o que pode mudar a dinâmica e movimentação geral de cada um deles. Mas ênfase aqui no “PODE”, pois é provável que apenas a força dos ataques sofra alguma alteração.

Então, por hora, estes são os principais pontos a serem levantados sobre Jujutsu Kaisen Cursed Clash. No momento, muito pouco foi mostrado. Apesar de potencialmente promissor, o histórico da desenvolvedora Byking diz justamente o contrário.

Vamos esperar que estejamos errados e o jogo seja excelente. Afinal, não custa sonhar…

Jujutsu Kaisen Cursed Clash chega no dia 2 de fevereiro de 2024 para PlayStation 4, PS5, Xbox One, Series X/S, Nintendo Switch e PC via Steam.

*Com informações da Bandai Namco


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Anime

1

Anime

Suzume: Produtor do filme é preso por suspeita de produção de pornografia infantil – Entenda

2

Anime

Black Clover: Arco Final recebe animação espetacular feita por fã – Confira

3

Anime

That Time I Got Reincarnated as a Slime: Novo trailer e detalhes da 3ª temporada estão disponíveis – Confira

4

Anime

Digimon Story: Bandai Namco realiza mudanças na equipe de desenvolvimento do game – entenda

5

Anime

Além da Crunchyroll e Netflix; Confira os melhores animes disponíveis no Prime Vídeo, Star+ e HBO Max