Prévia

Hades 2: como é possível superar um clássico, mesmo em acesso antecipado?

Hades II ainda em acesso antecipado é maior, mais complexo, mais desafiador e um deleite para os fãs do jogo original

Imagem de Hades 2

Imagem: Supergiant Games

Hades 2 refina a experiência do antecessor e evolui a fórmula

Hades 2 chegou em acesso antecipado na última semana, sendo um dos jogos mais aguardados de 2024. Após entrar na Encruzilhada e correr para tentar derrotar Cronos durante o acesso antecipado e mesmo com o jogo teoricamente incompleto, ele é uma evolução notável da fórmula do antecessor.

Com o potencial de ser maior do que o primeiro título, Hades 2 promete ser uma sequência digna de redefinir uma franquia, assim como aconteceu com franquias como Assassin’s Creed, Resident Evil e Street Fighter, casos em que os sucessores definiram o gênero.

O que passou

Diferente do que vimos no primeiro jogo, Melinoe é a personagem controlada pelo jogador aqui. Com o destino de Zagreus incerto ao lado do resto da sua família, cabe à filha mais nova de Hades libertar a sua família e conseguir acabar com o Titã do Tempo, Cronos.

Hades II

Enquanto ela luta para conseguir salvar os pais, o Olimpo também está em guerra contra o Titã do Tempo, levando a jovem a ter que se aliar com o panteão olímpico para conseguir derrotar o avô de uma vez por todas.

Contudo, algo bem notável aqui é a diferença da missão principal de Melinoe e de Zagreus. Enquanto o filho mais velho de Hades só queria fugir para irritar o pai — por mais que depois o motivo se torne mais nobre —, aqui, a irmã mais nova é muito mais heroica e com um senso de dever muito mais importante do que só chegar à superfície.

E não falo apenas da história em si, pois Melinoe também aparenta ter mais recursos de combate do que Zagreus. Treinada por Hécate para lidar com o Titã do Tempo, a filha de Hades é muito mais poderosa graças aos poderes mágicos que conseguiu durante o período de reclusão.

Hades II

Como resultado, novas e maravilhosas mecânicas foram criadas para o jogo, como possibilidades inéditas de golpes, conjurações e poderes. Por ter uma jogabilidade completamente diferente de Zagreus, Melinoe brilha como uma bruxa habilidosa que, dependendo da combinação de poderes, pode derreter os inimigos.

Vencendo distâncias

Uma das principais mudanças entre Melinoe e Zagreus é que a arrancada está diferente. Agora, Melinoe consegue usar o dash, mas logo depois, começa a correr, usando essa habilidade para desviar dos projéteis ou golpes sequenciais.

Um triste fim para uma das mecânicas mais legais de Hades? Sim, mas em Hades 2, a corrida é excelente para desviar das sequências de golpes dos inimigos, que agora têm padrões de ataque voltados para lidar com a corrida de Melinoe. Isso faz com que ela consiga desviar de golpes próximos com uma única arrancada e o jogador não sente tanta falta de ficar usando a mecânica toda hora.

Hades II

Com os golpes ômega, Melinoe conta também com o uso de mana, ajudando a equilibrar as coisas na hora do combate. Por mais que ela seja mais poderosa, é bem possível que, caso o jogador gaste muita mana, não tenha toda a potência da bruxa no combate.

E isso leva a um gerenciamento de mana durante batalhas mais longas, como contra chefes, por exemplo. Apesar da energia retornar ao entrar em outro confronto, é bem comum utilizar o recurso displicentemente, fazendo com que Melinoe fique sem uma conjuração poderosa em um momento de aperto.

De zero a heroína

Além de novos poderes, novos deuses também chegam para ajudar Melinoe. Héstia, Apolo e Hefesto são alguns dos nomes que agora fazem parte do panteão de entidades que auxiliam a bruxa, e todos possuem habilidades muito poderosas para a protagonista.

Hades II

Inclusive, fica aqui uma dica honesta para os jogadores que estão desbravando o acesso antecipado: peguem a conjuração de Apolo para derreter os chefes antes de a Supergiant diminuir a potência do golpe. Acredite, é uma das melhores adições ao jogo.

E mesmo que qualquer fã de Hades possa sentir — e sente — a falta de Athena no conteúdo presente até o momento da continuação, os novos deuses estão dando conta do recado. Além disso, as interações com as novas entidades são bem bacanas e mostram mais da história, assim como acontecia no jogo original.

Vale destacar, também, o quão incrível está o design de personagens em Hades 2. Com um cenário de guerra contra o Titã do Tempo, os deuses do olimpo estão em combate constante, e isso coloca alguns deles no seu visual mais imponente, mas sem perder a característica apresentada no título anterior.

Hades II

Aqui, o trabalho da Supergiant com o design e visual de produção brilha mais uma vez, destacando todo o esplendor das divindades e refletindo suas personalidades em cada interação com Melinoe. Contudo, devo dizer que sinto saudades das interações com Dionísio. Quem sabe no jogo completo?

Seja com Deméter descobrindo sobre a existência de Melinoe ou até mesmo as interações com Ártemis, ou Selene, a protagonista tem um catálogo enorme de habilidades completamente reformuladas, mas com muitas mecânicas que estavam presentes em Hades.

Com as magias de Melinoe e os novos poderes e mecânicas dos deuses, as possibilidades e variações disponíveis em Hades 2 são muito vastas, com todas as builds podendo ser bem diferentes entre si, assim como era no jogo antecessor.

Hades II

Além disso, Melinoe conta com novas armas, o que ajuda bastante a diferenciar a bruxa do irmão Zagreus. Devo admitir que apesar de sentir falta da Lança Varatha, é incrível ver como Hades 2 consegue trazer novos armamentos como o Machado ou o Cajado da Bruxa, e entrega uma experiência tão gostosa de se jogar como no primeiro título.

Com muitas opções, seja um ataque corpo a corpo mais rápido com as Lâminas Irmãs, ou a potência do machado, Hades 2 entrega a possibilidade de brilhar com o equipamento que você quiser, além de conseguir adaptar o seu estilo de jogo para a arma que preferir.

Batalhas memoráveis contra chefes

Os novos chefes de Hades 2 são incríveis, mas eu gostaria de dedicar essa parte para falar somente de uma luta em específico, e não somente devido ao fato da complexidade, design de personagens e também a trilha sonora: a batalha contra Cila e as Sereias.

Hades 2

Hades é conhecido pelas suas excelentes batalhas, mas também não podemos esquecer que a trilha sonora feita pela Supergiant é uma obra-prima — que foi injustiçada no The Game Awards, diga-se de passagem. O que, claramente, deixava as expectativas altas para a sequência.

E sinceramente? Coral Crown é um absurdo de música, e o conceito de que Cila e as Sereias são uma banda monstruosa de rock cantando em uma caldeira é talvez uma das melhores ideias da Supergiant. É sério, ouça a música abaixo e entenda o que estou dizendo. Tem como se concentrar nos mil projéteis que vem na sua direção com essa pedrada tocando? É difícil.

Os outros embates também são incríveis, mas quis destacar esse que ganhou demais o meu coração nesse acesso antecipado. Meu objetivo é agora, um dia, quem sabe, passar dessa fase sem tomar dano. Um sonho impossível, eu diria. Mas pelo menos terá esse musicão tocando enquanto isso.

Brilhando no céu

Hades 2 continua em acesso antecipado, o que significa que existem muitas coisas para chegarem ao jogo, além de balanceamento e atualizações, talvez até mesmo a adição de novos deuses e armas inéditas.

Contudo, considerando o que o jogo já está entregando para a comunidade nesse momento, a sequência é talvez um dos melhores títulos de 2024, e com uma experiência melhor do que muitos lançamentos grandes e versões completas que saíram nos últimos anos.

Por mais que o peso da expectativa sobre como Hades 2 conseguiria chegar perto do original possa ser perigosa, parece que a Supergiant conseguiu manter a qualidade em uma régua tão alta quanto os picos do Monte Olimpo, com o conteúdo do acesso antecipado mostrando o potencial da sequência de ser um dos nomes que definirá o gênero de roguelike pelos próximos anos.

Hades II

O primeiro Hades pode ser considerado um clássico do gênero, e agora, a Supergiant conseguiu melhorar a experiência que já era sensacional. É possível superar um clássico? A Supergiant mostra que sim, já que Hades 2 consegue superar seu sucessor e trazer uma aventura de qualidade superior ao original.

Hades 2 está em acesso antecipado para PC (via Steam e Epic Games Store) e ainda não tem uma data oficial de lançamento para a versão 1.0.

Leia mais


A Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYouTubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Análise Game Arena

1

Análise Game Arena

Review | Solo Leveling: ARISE – Ergam-se e superem os desafios

2

Análise Game Arena

Another Crab’s Treasure review: porta de entrada para soulslikes mais pesados

3

Análise Game Arena

TopSpin 2K25 review: a bola mais vencedora da franquia

4

Análise Game Arena

Sand Land review: o deserto são os amigos que fizemos no caminho

5

Análise Game Arena

Stellar Blade review: um clichê para bem e para mal