Games

Reconhecimento Facial ESRB
Games

ESRB: Órgão regulamentador quer usar reconhecimento facial para confirmar idade do jogador

O tradicional ESRB vê no reconhecimento facial uma alternativa válida Em 2021, a Tencent passou a usar reconhecimento facial para evitar que as crianças passassem muito tempo jogando videogames. E parece que a moda pegou no ESRB (Entertainment Software Rating Board), órgão regulamentador dos Estados Unidos, que quer adotar sistema similar.

Pedro Scapin •
25/07/2023 às 12h30, atualizado há um ano

O tradicional ESRB vê no reconhecimento facial uma alternativa válida

Em 2021, a Tencent passou a usar reconhecimento facial para evitar que as crianças passassem muito tempo jogando videogames. E parece que a moda pegou no ESRB (Entertainment Software Rating Board), órgão regulamentador dos Estados Unidos, que quer adotar sistema similar.

Leia mais:

O ESRB, em conjunto com as empresas Yoti e SuperAwesome (cuja dona é a Epic Games), apresentaram ao FTC (Federal Trading Comission), órgão responsável pela proteção ao consumidor nos Estados Unidos, uma proposta para um “novo mecanismo de consentimento parental verificável”, chamado “Privacy-Protective Facial Age Estimation“, ou, em tradução livre, “Estimativa Etária Facial Protetiva à Privacidade”.

Para colocar de maneira mais simples, os pais tirariam uma selfie com a ajuda de “um módulo de captura facial automático”, que então seria analisado pelo sistema para garantir que, de fato, é o rosto de um adulto, que então poderia dar as permissões necessárias de uso. O processo inteiro levaria, em média, menos de um segundo, e as imagens seriam permanentemente deletadas após a verificação.

Reconhecimento Facial ESRB

“O upload de imagens não é permitido, e as fotos que não atinjam o nível de qualidade requerido para criar uma estimativa de idade são rejeitadas. Estes fatores minimizam o risco de má fé e de crianças tirando fotos de adultos que não estejam cientes delas”, diz a proposta da ESRB.

No entanto, um outro ponto de atenção sobre a tecnologia está na precisão ao analisar diferentes tons de pele. Em um estudo recente publicado pelo The Washington Post, asiáticos e negros foram identificados incorretamente por um sistema de reconhecimento facial até 100 vezes mais do que pessoas brancas. A ESRB descartou as preocupações sobre o assunto, e disse que “a diferença nas taxas de rejeição entre gênero e tom de pele são muito baixas”.

A ESRB ainda ressalta que todo este novo processo é visto apenas como um “método de verificação adicional e opcional”, e de maneira alguma pretende substituir completamente os outros sistemas em uso.


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook e Kwai.

Últimos Arena Shorts

Bom dia com DROPS! Para começar o dia com as news quentinhas! 🔥🎮

Eita que vem mudança por aí, o que você achou?

Hora de se atualizar! Se liga no DROPS! 🕹

GameArena.GGDROPS NA ÁREA! 🔥 Confira as news de hoje! 🚀

Route, da LOUD de LoL, é acusado de soft inting; Novos jogos no XBOX Games Pass e mais! 🎮

Betnacional - A Bet do Galvão, do Thiaguinho e do Brasil

Mais sobre Games

  • Análise Game Arena

  • Card Games

  • Colunas

  • Free Fire

Betnacional - A Bet do Galvão, do Thiaguinho e do Brasil