Colunas

Top 5: os melhores jogos de Pokémon

No Top 5 dessa semana, listamos os melhores jogos de Pokémon Pokémon é uma das principais franquias da história dos...

Top 5 Pokémon

No Top 5 dessa semana, listamos os melhores jogos de Pokémon

Pokémon é uma das principais franquias da história dos videogames, com várias gerações ao longo dos anos. Com jogos memoráveis e momentos marcantes, não tem como não tentar criar uma lista de quais são os melhores.

Leia mais

Por isso, o Top 5 dessa semana colocará os 5 melhores jogos da franquia, mesmo que o nosso querido editor-chefe discorde de algumas colocações. Dito isso, vamos para a lista:

5 – Pokémon FireRed e LeafGreen

Red, Blue e Green foram os primeiros jogos e marcaram a geração que experimentou esses títulos na época do Game Boy. No entanto, foi no Advance que o jogo recebeu o primeiro remake da franquia, e até hoje, um dos melhores títulos da série.

FireRed e LeafGreen pegaram o que já era ótimo, trouxeram para a terceira geração, colocaram novos locais para explorar e transformaram Kanto em tudo aquilo o que os treinadores sonharam que poderia ser, mas as limitações do Game Boy clássico não deixavam os jogos alcançarem. Desculpa Let’s Go Pikachu & Eevee, mas o melhor remake da primeira geração está aqui.

4 – Pokémon X e Y

O primeiro título da franquia para o 3DS veio com toda a inovação possível, com a adição do tipo Fada e das Mega Evoluções. Baseada na França, a região é um deleite visual e técnico para a potência do console portátil da Nintendo, com uma história linda sobre uma amizade entre humanos e Pokémon, e como o carinho pelos companheiros podem atravessar milhares de anos e ser o motivo para grandes problemas na franquia.

Da trama de AZ com a Floette perdida, a guerra que trouxe a origem das Mega Evoluções e o visual europeu, X&Y são um dos principais jogos da franquia, e devo dizer, toda vez que ouço tocar o tema de Lumiose City, eu lembro do jogo e sinto aquele quentinho no coração ao relembrar desse grande capítulo da franquia.

3 – Pokémon HeartGold e SoulSilver

Os remakes da segunda geração são, até hoje, dois dos títulos mais completos da franquia. Sendo o balanço perfeito entre a nostalgia evocada ao revisitar Johto e Kanto, com também as novas funcionalidades que deram um frescor para a jogabilidade, os jogos são excelentes. Não tem como não revisitá-los e não se sentir completamente rendido à jogabilidade, além daquele sentimento bacana de retornar para uma geração conhecida.

Os jogos também adicionavam mais à história de Johto, expandindo ainda mais o que foi apresentado em Gold e Silver. Com o icônico rival Silver recebendo a grande revelação de ser o filho de um dos principais vilões da franquia, Giovanni.

No fim da jornada, ainda existe uma impressionante batalha contra Red, o personagem principal de Pokémon Red e Blue, que, no remake, é a nova versão do lendário treinador, apresentada em Pokémon Fire Red e Leaf Green.

2 – Pokémon Scarlet e Violet

Eu sei, Scarlet e Violet possuem todos os problemas técnicos que poderiam existir em um jogo. No entanto, não tem com negar que a primeira tentativa da franquia de criar um mundo aberto é surreal. Problemas técnicos a parte, a história, a ambientação, os Pokémon, tudo nessa geração é excelente.

As tramas, que culminam todas na Area Zero, levam a uma jornada maravilhosa. Em uma franquia onde as fórmulas vão se reciclando em prol da mecânica e do universo, ter a expansão do que fazer em um universo tão rico é muito bem-vinda.

É lógico que não podemos eximir o título dos erros que possui. Mas sabendo disso tudo, não tem como negar que Scarlet e Violet são revolucionários para a franquia.

1 – Pokémon Black e White / Black e White 2

A quinta geração de jogos Pokémon continua a trazer uma mudança de tom no estilo da franquia, que começou com Diamond e Pearl. Enquanto mantém o enredo centrado em uma organização que busca causar o caos e dominar o mundo, em Unova, o rival N apresenta uma abordagem semelhante ao sentimento de “Pokémon são amigos” defendido pelos treinadores.

No entanto, N acha que separar para sempre os humanos dos Pokémon é a forma de impedir que os parceiros sofram devido às batalhas e a exploração que algumas pessoas fazem com os monstrinhos, ao colocá-los em combate pelo próprio ego.

Em Black e White 2, algo novo ocorre na franquia Pokémon. Ao contrário dos jogos anteriores, que tinham uma terceira versão que combinava os dois jogos principais e trazia algumas mudanças, BW2 continua a história anterior como uma sequência direta dos eventos envolvendo N, o Team Plasma, Reshiram e Zekrom. Desta vez, é o pai de N e líder do Neo Team Plasma que causa o caos na região de Unova, e cabe aos novos treinadores acabarem de uma vez por todas com os planos de Ghetsis.

Com um rival motivado por algo mais do que apenas enfrentar o personagem principal para aprimorar as habilidades de combate, Pokémon Black e White, assim como as sequências, são quatro excelentes jogos que se complementam e se destacam como os melhores jogos da série Pokémon.

Essa foi nossa lista dos melhores jogos da franquia Pokémon! Achou que faltou algum título? Deixe nos comentários qual é a sua geração preferida.


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Colunas

1

Colunas

Elden Ring: 6 dicas pra se dar bem no DLC ‘Shadow of the Erdtree’

2

Colunas

Pokémon: como a Nintendo e os gamers podem se beneficiar cancelando lançamentos anuais

3

Colunas

O que o Xbox pode trazer de diferente com um possível portátil próprio?

4

Colunas

Tudo sobre Dragon Age 4: o que é ‘The Veilguard’, gameplay, lançamento e mais detalhes

5

Colunas

Ubisoft Forward | Beyond Good and Evil 2 é ausência confirmada no evento; onde está o jogo?