Colunas

Lista das séries mais vendidas da Capcom evidencia injustiça com Mega Man

Das 5 franquias mais vendidas da Capcom, apenas Mega Man não vem recebendo investimento A Capcom divulgou, no mais recente...

Capcom Mega Man

Das 5 franquias mais vendidas da Capcom, apenas Mega Man não vem recebendo investimento

A Capcom divulgou, no mais recente relatório trimestral de desempenho, a lista atualizada das franquias mais vendidas da história da empresa. A liderança, como era de se imaginar, fica com Resident Evil, com incríveis 146 milhões de unidades. Monster Hunter e Street Fighter também seguem se confirmando como fenômenos globais. O que fica, olhando os números, é a pergunta: por onde anda o Mega Man?

Leia mais

A lista das 5 franquias mais vendidas da história da Capcom é a seguinte:

  1. Resident Evil – 146 milhões de unidades
  2. Monster Hunter – 94 milhões de unidades
  3. Street Fighter – 52 milhões de unidades
  4. Mega Man – 40 milhões de unidades
  5. Devil May Cry – 29 milhões de unidades

A partir disso, podemos tirar algumas conclusões. Além do sucesso longevo de Resident Evil, chama a atenção a forma como Monster Hunter se provou como uma série capaz de vender bem no mundo todo, e não apenas no Japão, como a própria Capcom acreditava, na época do PSP. Street Fighter, entre alguns tropeços pelo caminho, continua sendo extremamente relevante, como o recente Street Fighter 6 está provando, com pompa.

Mas, o que mais me chamou a atenção foi notar que, das 5 franquias mais vendidas, apenas Mega Man não tem recebeu um jogo de grande investimento nos últimos anos. Mega Man 11, lançado em 2018, jogou seguro, replicando a fórmula clássica da série. O restante dos lançamentos recentes com o robô azul se limitaram a coletâneas e relançamentos.

A falta de investimento, como podemos perceber, não se justifica nos números da série. A impressão que passa, na verdade, é que a Capcom não tem ideia do que fazer com o personagem. Não sabe como fazer Mega Man dar um passo além para se firmar novamente como um dos grandes nomes da indústria nos dias de hoje. Franquias como Sonic já passaram por essa oscilação, mas deram a volta por cima com jogos 3D testando novas ideias, como Sonic Frontiers, andando de mãos dadas com a linha clássica, exemplificada em Sonic Superstars, anunciado para o final deste ano.

Será que um dia veremos Mega Man receber o mesmo tratamento? Seria incrível ter o robô azul aproveitando ao máximo também as possibilidades da RE Engine nos consoles de última geração. Infelizmente, e contrariando as estatísticas, é um cenário que parece bem improvável no momento.

Com informações de: Destructoid


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Colunas

1

Colunas

Elden Ring: 6 dicas pra se dar bem no DLC ‘Shadow of the Erdtree’

2

Colunas

Pokémon: como a Nintendo e os gamers podem se beneficiar cancelando lançamentos anuais

3

Colunas

O que o Xbox pode trazer de diferente com um possível portátil próprio?

4

Colunas

Tudo sobre Dragon Age 4: o que é ‘The Veilguard’, gameplay, lançamento e mais detalhes

5

Colunas

Ubisoft Forward | Beyond Good and Evil 2 é ausência confirmada no evento; onde está o jogo?