Colunas

Com Project Q, PlayStation repete o erro conceitual do Wii U

O novo acessório da Sony ganhou destaque no PlayStation Showcase, mas confundiu jogadores Foi na E3 2011 que o mundo...

Project Q - PlayStation

O novo acessório da Sony ganhou destaque no PlayStation Showcase, mas confundiu jogadores

Foi na E3 2011 que o mundo conheceu o Wii U. O então novo console da Nintendo tinha a complicada tarefa de substituir o Wii, um dos maiores sucessos da história dos videogames. Hoje, 12 anos depois, sabemos bem como essa missão termina: o console sequer chegou a 14 milhões de unidades vendidas, passando muito longe dos números do antecessor, que ultrapassou a marca de 100 milhões.

Um dos motivos do relativo fracasso está na confusão que o conceito completo do console traz. No vídeo de revelação (abaixo), vemos a pessoa mudar de canal na TV e continuar jogando através da tela do controle, o que passa a impressão de que o Gamepad era também um console portátil. A realidade é que ele era só um controle mesmo, com uma tela capaz de transmitir o que está sendo jogado no console, desde que o aparelho esteja próximo. Boa parte da frustração do público estava no fato do controle não ser independente do console ali ligado na tomada, mandando para o espaço a praticidade e mobilidade que um portátil teria.

Leia mais

O sonho frustrado do Wii U foi enfim realizado no sucessor, o Nintendo Switch. Não é coincidência que o Switch tenha também superado as vendas do Wii e se consolidado com o segundo maior sucesso da história da Nintendo, atrás apenas do Nintendo DS. O Switch cumpre tudo aquilo que promete nos anúncios e no conceito que ele vende, que é o de ser um híbrido, um aparelho capaz de cumprir tanto a função de console de mesa quanto a de portátil, sem muitas complicações.

E é aí que o Project Q entra na história. O novo acessório do PlayStation 5 foi apresentado, com destaque, durante a PlayStation Showcase 2023, um dos maiores eventos digitais do setor de games da Sony. Esteticamente, ele lembra bastante o Switch, com um controle igual ao Dual Sense se encaixando nos dois lados de uma tela. Não é nem sutil a tentativa de ser uma resposta ao híbrido da Nintendo. O problema é que, na prática, o Project Q está muito mais próximo do Wii U.

O Project Q não é um novo modelo do PlayStation 5. Ele é uma tela capaz de transmitir os jogos do console de mesa, supondo que a pessoa já tenha um. Claro, com mais possibilidades de transmissão remota do que o Wii U Gamepad, mas ainda assim condicionado ao aparelho principal. Agora pensa comigo: se as pessoas já ficaram confusas e frustradas durante o lançamento do Wii U, quando ainda nem tínhamos o conceito de console híbrido muito bem estabelecido, imagina agora que o mundo todo está habituado com a proposta do Nintendo Switch.

Não é nem que o Project Q não tenha possibilidades legais – a mais óbvia é continuar jogando mesmo longe da TV. A questão é que isso não é o que esperamos ver como destaque na reta final de um evento como o PlayStation Showcase, com tantos rumores de um PS5 Slim rolando, e com tantos projetos melhores e mais interessantes, sem a mesma divulgação, como o incrível Access Controller, que visa atender às necessidades de pessoas com dificuldades físico motoras, tornando os jogos mais inclusivos e acessíveis.

O Project Q não é uma resposta à altura do console híbrido da Nintendo, e também não é o melhor ou o mais interessante acessório que a Sony tem na manga para mostrar. A participação na PlayStation Showcase foi tão confusa quanto o anúncio do Wii U, mas ainda mais embaraçosa, porque agora temos pedra de toque pra poder comparar – inclusive com outros aparelhos que podem fazer exatamente a mesma coisa, como telefones celulares.

A sensação que eu tive foi a de que a Sony era o Quico vendo o Chaves se divertindo com um brinquedo legal e correndo pra casa pra mostrar que também tem um igual, só que mais bonito. Exceto que, no caso o brinquedo do Chaves, seria de fato um console híbrido, não algo que só se parece muito com um.


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Colunas

1

Colunas

Review Final Fantasy 7 Rebirth: mais um sonho realizado

2

Colunas

Guia de Ultimate Team: TOTW 24 traz mais uma carta especial do melhor zagueiro do game

3

Colunas

Guia de Ultimate Team: os destaques do Fantasia FC

4

Colunas

Guia de CoD: as melhores classes de snipers no Warzone (Temporada 2)

5

Colunas

Guia de CoD: as melhores classes de fuzis de batalha no Warzone (Temporada 2)