Games

Bloodborne
Colunas

Ainda vale esperar por um remake ou remaster de Bloodborne?

Bloodborne é um sonho de muitos, sem entrar nos méritos de uma possível sequência para o jogo da From Software. Tal qual a lua sobe aos céus para tomar o lugar do sol, noite após dia, sempre depois de um anúncio de evento da PlayStation, surgem os rumores e expectativas sobre a possibilidade de vermos um remake ou remaster de Bloodborne. Mas, diferente do astro e do satélite, a suposta nova versão do exclusivo de PS4 ainda não deu o ar da graça entre nós, terráqueos.

Pedro Scapin •
10/07/2023 às 21h30, atualizado há um ano

Bloodborne é um sonho de muitos, sem entrar nos méritos de uma possível sequência para o jogo da From Software.

Tal qual a lua sobe aos céus para tomar o lugar do sol, noite após dia, sempre depois de um anúncio de evento da PlayStation, surgem os rumores e expectativas sobre a possibilidade de vermos um remake ou remaster de Bloodborne. Mas, diferente do astro e do satélite, a suposta nova versão do exclusivo de PS4 ainda não deu o ar da graça entre nós, terráqueos.

Leia mais:

E como um dos maiores fãs vivos de Bloodborne no planeta, hoje eu me peguei pensando se ainda vale a pena sofrer com a antecipação por um remake ou remaster do jogo da From Software. É algo que definitivamente me faz ter esperanças de um dia poder revisitar Yharnam em gloriosos 4K e 60 FPS, mas também me faz ficar frustrado a cada nova edição de um showcase de PlayStation, e, em muitos momentos, até descontar essa frustração nos outros anúncios feitos no evento, deixando de valorizar ou usufruir de games legais.

Bloodborne

Bloodborne é um jogo do início de 2015, e justamente por ser exclusivo de PS4, ficou fora da vida de muitos jogadores. Hoje, mais de oito anos depois, apesar de ainda ser uma obra de arte dos videogames, definitivamente sofre com algumas limitações do console da época de lançamento. Telas de loading enormes, gráficos não tão polidos, e, principalmente, os 30 frames por segundo que tanto assombram os gamers modernos.

A distância entre o lançamento original de Bloodborne para hoje o coloca em uma posição muito estranha no espectro dos remakes e remasters. Já está datado o suficiente para ganhar uma versão basicamente refeita do zero? Ou ainda pode receber um tapa visual e de qualidade de vida que uma remasterização seria muito capaz de fazer? É um debate interessante a ser realizado, e que precisa de um complemento com outros tópicos, como “quem faria esta nova versão”? A From Software desenvolveu o game original, mas os direitos da propriedade intelectual são da Sony. Algo similar ao que aconteceu com Demon’s Souls, e, neste, a Bluepoint tomou as rédeas do remake.

Um outro ponto crucial nesta discussão é quando abrimos questionada porta de uma sequência para Bloodborne. Em um universo tão rico e misterioso quanto o criado por Hidetaka Miyazaki, nunca se pode bater o martelo em um ponto final para a história, e sempre há espaço para escavar um pouco mais fundo nas masmorras de Yharnam e descobrir novos elementos da lore. Mas a própria comunidade se divide sobre a necessidade de um segundo jogo. Uns alegam que quanto mais, melhor, mas há um outro grupo que defende o ponto de que água demais mata a planta. Eu me encaixo na primeira parcela, e ficaria extremamente feliz em ver Miyazaki-san trabalhando novamente naquele que foi o próprio projeto favorito.

Bloodborne

Já tive a felicidade e a honra de entrevistar Miyazaki-san no passado, e de falar bastante sobre Bloodborne, em um aconchegante sofá paulistano. Na época, ele deixou transparecer que gostaria de trabalhar numa sequência, mas que isso não dependia dele. A vontade existe, só falta a liberação de algum plano superior.

Enquanto isso, a comunidade de PC trabalha firme para levar a busca pelo sangue pálido a outras esferas. Modders já mostraram ser tranquilamente possível colocar Bloodborne rodando a 60 FPS, enquanto outros já fizeram uma versão demake, com visuais e gameplay de PS1. Até mesmo um famigerado Bloodborne Kart circula pela internet afora. Uma parte mais pé no chão acompanha a novela através de um perfil no Twitter que monitora as notícias e avisa, diariamente, se o game foi anunciado oficialmente para PC.

No final das contas, chego à conclusão de que, sim, vale a pena esperar não só por um remake ou remaster de Bloodborne, mas também por uma versão de PC e até mesmo uma sequência. Enquanto nada disso acontece, tenho apenas um mandamento a seguir: tema o sangue antigo.


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook e Kwai.

Últimos Arena Shorts

Bom dia com DROPS! Para começar o dia com as news quentinhas! 🔥🎮

Eita que vem mudança por aí, o que você achou?

Hora de se atualizar! Se liga no DROPS! 🕹

GameArena.GGDROPS NA ÁREA! 🔥 Confira as news de hoje! 🚀

Route, da LOUD de LoL, é acusado de soft inting; Novos jogos no XBOX Games Pass e mais! 🎮

Betnacional - A Bet do Galvão, do Thiaguinho e do Brasil

Mais sobre Games

  • Análise Game Arena

  • Card Games

  • Colunas

  • Free Fire

Betnacional - A Bet do Galvão, do Thiaguinho e do Brasil