INDÚSTRIA

Activision teria rejeitado o desenvolvimento de Tony Hawk’s Pro Skater 3 e 4, aponta pesquisador

Se depender da Activision, não veremous outro simulador jogo da marca tão cedo

Tony Hawk's Activision

Antes mesmo da aquisição por parte da Microsoft, a Activision já se envolvia em questões polêmicas, muitas delas ocultas para o grande público. Até agora!

Uma delas diz respeito a produção da coletânia Tony Hawk’s Pro Skater 3 e 4, que teria sido rejeitada por completo pela Activision. A informação foi passada pelo jornalista e historiador de videogames Liam Robertson.

Em um recente vídeo, Liam comenta que uma fonte interna alegou que “depois do norme sucesso da coletânea Tony Hawk’s Pro Skater 1+2 , surgiu a ideia de uma segunda coleção de remakes”.

Activision Tony Hawk's 1+2

Porém, o projeto foi engavetado para designar o estúdio Vicarious Visions (responsável pela reformulação dos dois primeiros jogos da franquai Tony Hawk) para auxiliar exclusivamente no desenvolvimento de títulos da série Call of Duty.

Leia mais

Activision rejeitou Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2 + 3 +4

Segundo Liam, a ideia era que a primeira coletânea,, Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2, incluísse também os jogos 3 e 4.

“Decidimos incorporar algumas mecânicas dos jogos posteriores para refletir a experiência que as pessoas têm dos antigos jogos Tony Hawk’s Pro Skater. As melhorias do terceiro jogo ressoaram com as memórias dos dois primeiros”, disse a fonte da Vicarious Visions para Liam Robertson.

“No entanto, eventualmente percebemos que não teríamos tempo suficiente para desenvolver mais do que o 1 + 2, então a possibilidade de lançar o 3 + 4 ficou em aberto.”

Uma proposta para criar o 3 + 4 de Tony Hawk foi enviada para a Activision após o sucesso do primeiro remake, mas teria sido rejeitada.

Aparentemente, a Activision preferiu que a Vicarious Visions continuasse a apoiar a franquia principal da empresa, Call of Duty. Vale lembrar que o estúdio também auxiliou no desenvolvimento do remake de Diablo 2.

Em 2022, Tony Hawk revelou que a segunda coleção dos remakes estava em andamento, até a  Vicarious Visions ser totalmente absorvida pela Activision.

“Esse era o plano, mesmo até a data de lançamento de 1 e 2”, explicou Hawk. “Estávamos trabalhando no 3 e 4, mas então a Vicarious foi absorvida, e eles procuraram outros desenvolvedores, e a ideia acabou morrendo.”

Ele acrescentou: “A verdade é que ela [a Activision] estava tentando encontrar outra equipe para trabalhar no 3 e 4, mas simplesmente não conseguiram ninguém em quem confiassem tanto quanto na Vicarious.”

“Então consideraram outras propostas de diversos estúdios, perguntando ‘o que você faria com a franquia Tony Hawks?’ Mas não ficaram satisfeitos com nenhuma das respostas.”

“Quem sabe? Talvez, com o tempo, descubramos mais. Nunca se sabe. Eu jamais teria imaginado que estaríamos relançando o 1 e 2 mais de vinte anos depois.” concluiu Hawks

A Activision Blizzard anunciou em janeiro de 2021 que planejava integrar a Vicarious Visions à Blizzard como uma equipe de apoio, e a fusão tornou-se oficial em abril de 2022. Agora, o novo foco do estúdio é auxiliar grandes projetos de franquias como Diablo e Overwatch.

*Com informações da CCXP


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYouTubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Games

1

Games

Kingdom Hearts: temas do primeiro jogo recebem novas versões

2

Games

Guia de CoD: as melhores classes de pistolas no Warzone (Temporada 3 Recarregada)

3

Games

Nintendo: entrevista de Satoru Iwata não publicada em 2004 é remasterizada e disponibilizada online

4

Games

Runa, JRPG inspirado em Persona e Xenoblade atinge 750% da meta no Kickstarter

5

Games

Call of Duty: cena pós-créditos secreta de Modern Warfare 3 surge online