Valorant

Valorant: jogadora falsifica identidade com AI e é banida do competitivo

Riot Games revelou que jogadora de Valorant falsificou identidade com ajuda da inteligência artificial A Riot Games anunciou nesta semana...

Valorant: jogadora falsifica identidade com AI e é banida do competitivo

Foto: Divulgação/Riot Games

Riot Games revelou que jogadora de Valorant falsificou identidade com ajuda da inteligência artificial

A Riot Games anunciou nesta semana o banimento das jogadoras Madelyn “Malibu” Campos e James “Summertime” Edwards por violarem gregas do VCT Game Changer de Valorant. Apesar do anúncio ter sido em conjunto, o gancho aplicado para cada uma delas não foi o mesmo.

LEIA MAIS

No comunicado publicado pela desenvolvedora, o caso de Malibu foi visto como mais grave pela Riot Games. Isso porque a jogadora forneceu informações falsas, jogou com a conta de outro jogador e conseguiu contornar um banimento de hardware que já havia recebido.

Como forma de punição, Malibu agora está proibida de atuar competitivamente em qualquer torneio da Riot Games independentemente da modalidade. Ela também não pode ter nenhuma associação ou afiliação a nenhuma equipe do cenário competitivo.

A Riot Games revelou que Malibu falsificou uma foto com auxílio da inteligência artificial para conseguir enganar os operadores do torneio. Além disso, ela também revelou informações falsas no “processo de verificação de elegibilidade”.

Enquanto isso, Summertime conseguiu levar uma pena mais branca e ainda pode atuar no cenário competitivo. No entanto, ela só poderá voltar a atuar como jogadora profissional a partir de 17 de janeiro de 2025.

A história teve início no duelo entre Noot Noot e Complexity GX3 pelo VCT Game Changer Series III de Valorant. Os organizadores do torneio foram alertados sobre uma possível trapaça por parte da Noot Noot, o que acabou sendo confirmado após as investigações.

“Como resultado, Noot Noot perdeu a partida e foi desclassificado do restante da competição. A Riot Games abriu uma investigação sobre o assunto, reunindo mais evidências técnicas da equipe Anti-Cheat da Riot Games, da equipe de Operações Competitivas e entrevistando os membros da equipe Noot Noot”, disse o estúdio.


Se você gostou deste conteúdo, veja também nossos vídeos. Neste aqui, entrevistamos frz, do MIBR, sobre o VCT Americas, críticas do NA e mais, confira:

Acompanhe a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Valorant

1

Valorant

VALORANT: fnatic ficará de fora de um mundial pela 1ª vez

2

Valorant

VCT Americas: LOUD vence EG de acordo com 75% dos casters

3

Valorant

VCT Americas: FNS chama Sentinels de underdog, entenda

4

Valorant

Valorant: requisitos mínimos e recomendados de PC

5

Valorant

VCT Americas Kickoff: LOUD e Sentinels estão nos playoffs