Na lanterna

VALORANT: “não boto fé”, diz Tixinha sobre atual campeã mundial

Ex caster da Riot Games acha que a equipe pode ficar em último no próximo torneio

VALORANT: "não boto fé", diz Tixinha sobre atual campeã mundial

Imagem: reprodução/EG

Aparentemente ser campeã mundial não significa muita coisa no VALORANT, não ao menos para o criador de conteúdo Tixinha, que aparentemente não está convencido das novas contratações da Evil Geniuses (EG) para 2024.

Na realidade, apenas um dos pro players da antiga escalação permaneceram na equipe que levantou a taça do VCT Champions em 2023. No último, o nome por trás do Olimpo também havia duvidado da equipe, que acabou sendo campeã mundial da modalidade.

Um dos quadros do novo projeto do ex caster da Riot Games, Depois da Spike — que reuniu nomes como BELKY e nat1, Tixinha deu sua opinião sobre as modificações que o time passou para a temporada de 2024, que não foram positivas.

Ao apresentar a equipe, lembrou que apenas jawgemo continua na EG ao lado da treinadora Potter. Outras quatro adições foram feitas, sendo Derrek, NaturE, supamen e Apoth, que foram reveladas com certo tom de piada por parte do criador de conteúdo.

 

“Eles vem de jawgemo que continuou na equipe, o último guerreiro, como duelista, eu acho. Derrek que era da 100 Thieves, veio como flex. NaturE que jogava lá no Tier 8, Supaman que jogava no Tier 10 e Apoth que jogava no Tier 15.”

“Eu sinceramente não tenho a menor ideia do que esperar desse time. De novo, eu acho, como eu achava a EG passada: último lugar… penúltimo no VCT Americas.”

“Não boto fé nenhuma… NaturE e supamen, principalmente supamen tá no cenário há quatro anos, nunca conseguiu nada. É a chance que teve agora. Mano, eu não consigo confiar nesse time”, explicou.

 

 

A redação da Game Arena foi atrás de mais informações sobre os quatro novos pro players da equipe e realmente, nenhum deles garantiu um campeonato oficial da Riot Games de VALORANT até o momento. Confira:

  • Derrek: vencedor do Red Bull Home Ground em 2022 pela 100 Thieves contra a Cloud9, do Knights Montly Gauntlet (2021) e do MSI Gaming Arena Summer (2020), sendo os dois últimos considerados tier C;
  • NaturE: campeão do Liquid Open 2023 NA pela Mid Phase em cima da Turtle Troop em 2023
  • supamen: vitorioso na qualificatória do T1 x Nerd Street Gamers Sowdown com a Echo 8 em cima da Spot Up em 2020 e do Nerd Street Gamers  1# — campeonato mensal — ainda pela Echo 8 em cima da Together we are terrific no mesmo ano;
  • Apoth: foi o que levantou mais troféus, sendo todos tier C. Em 2020, CNE Gaming Garage e Valorant Sunday Showdown, em 2021, Rival Room e em 2022 garantiu o qualificatório Toronto Viper’s Pit. Nos dois últimos torneios, o pro jogou pela Renegades.

Todos os jogadores profissionais possuem títulos, porém, sempre de competições consideradas mais amadoras por conta de não serem organizadas pela desenvolvedora, contando com um nível menor de competitividade em comparação com os oficiais, por exemplo.

 

LEIA MAIS

 

Agora é esperar para ver as apostas de Tixinha no VCT Americas Kickoff 2024 (VALORANT Champions Tour), em que o elenco irá enfrentar o vitorioso entre KRU Esports e G2 Esports pelo Grupo C da competição em 24 de fevereiro de 2024, a partir das 19h.


Se você gostou deste conteúdo, veja também nossos vídeos. Neste aqui, entrevistamos Jelly, pro player de VALORANT do MIBR, confira:

Acompanhe a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Valorant

1

Valorant

VALORANT: fnatic ficará de fora de um mundial pela 1ª vez

2

Valorant

VCT Americas: LOUD vence EG de acordo com 75% dos casters

3

Valorant

VCT Americas: FNS chama Sentinels de underdog, entenda

4

Valorant

Valorant: requisitos mínimos e recomendados de PC

5

Valorant

VCT Americas Kickoff: LOUD e Sentinels estão nos playoffs