3 motivos

Six Invitational: diretor da Ubisoft revela motivos do Brasil sediar torneio

Leandro Montoya concedeu entrevista exclusiva para a Game Arena

Six Invitational: diretor da Ubisoft revela motivos do Brasil sediar torneio

Foto: reprodução/Ubisoft - Saymon Sampaio

Que o Six Invitational de Rainbow Six Siege (R6) foi um sucesso, todo mundo que é ligado em esports já sabe. Mas… agora, quais foram as principais motivações para trazer o mundial para terras brasileiras?

A reportagem da Game Arena entrevistou Leandro Montoya, associate director de esports LATAM da Ubisoft, para entender mais sobre a escolha do país para o evento, saber se o Brasil receberá mais campeonatos grandes da modalidade e mais.

 

3 motivos para escolher o Brasil

Foto: reprodução/Ubisoft

 

Selecionar qual país irá sediar a competição mais importante de Rainbow Six Siege não é uma tarefa fácil. Segundo o diretor, “essa é uma decisão em que muitas pessoas são envolvidas, é uma decisão estratégica da companhia”.

Ao explicar as motivações do Brasil realizar o Six Invitational em 2024, o profissional elencou três tópicos sobre a deliberação ser verde e amarela.

“O que eu posso compartilhar com vocês é que a paixão da comunidade brasileira influenciou muito na decisão e, a qualidade competitiva dos times que a gente tem no Brasil também influenciou muito a decisão.”

“Por último, o fato da gente ter uma operação muito sólida no Brasil com altíssima qualidade no broadcast, trouxe muita confiança da companhia como um todo de trazer o evento para cá”, conta.

De acordo com Leandro, “o Brasil é um destaque no Rainbow Six Siege” e, fazer este evento “foi um privilégio que a gente recebeu”.

Ainda segundo o diretor LATAM, o campeonato foi realizado pela primeira vez fora de Montreal, no Canadá, de forma oficial. O movimento já havia acontecido ainda na época da pandemia, porém, não chegou a receber público.

“A gente já havia tido um Six Invitational que aconteceu em Paris [França] durante a pandemia, mas foi sem público. Foi só um arranjo burocrático para os jogadores poderem ter a competição.”

“Essa foi realmente a decisão estratégica de tornar o evento itinerante, ele [o campeonato] do Brasil para no próximo ano, viajar para outros países”, diz.

O domínio brasileiro na modalidade, para o diretor, “é uma pergunta de um milhão de dólares”. Porém, é válido recordar que a Ubisoft sempre investiu na região desde 2016, sendo que, a própria Pro League chegou em solo tupiniquim ainda em 2018: “foi plantado e hoje a gente tá colhendo esses frutos, se a gente conseguisse descobrir a forma a gente tentaria replacar em todas as outras regiões pra rodar”.

“A gente acredita no Brasil”

Foto: reprodução/Ubisoft – Saymon Sampaio

 

Aparentemente, nosso país está no radar da Ubisoft como nunca esteve antes. O profissional revelou que o país pode receber sim novos eventos da modalidade em breve e, acredita, que a empresa pode inspirar outras companhias a fazerem o mesmo.

“Sem dúvida [trazer eventos para o país], o Brasil já é uma região importante. Nós temos nove regiões globais e, curiosamente, as regiões são norte-america, europa, MENA e o Brasil, sozinho, como um país, é considerado uma região.

“Isso já é um privilégio que a gente tem sobre o Six Invitational. É lógico que vai dar para sinalizar para a indústria como um todo de como a gente acredita no Brasil”

“E espero que possa inspirar também outras empresas… como a gente já teve eventos de outros jogos aqui bem incríveis. Acho que a nossa comunidade é apaixonada e é isso que ajuda a trazer os eventos pra cá.”

“Por último, sim, a gente deve esperar mais eventos globais do no Brasil, tem boas perspectivas”, finaliza o profissional.

 

Atualmente no cargo de diretor de esports LATAM da desenvolvedora, Montoya é responsável por levar os interesses da América Latina para a Ubisoft Global, sendo um representante formal dos fãs apaixonados pelo game. Além disso, também cuida dos talentos, calendário competitivo e mais.

 

LEIA MAIS

 

Com o término do Six Invitational no Brasil, que foi capaz de reunir o público mais apaixonado do mundo pela modalidade, agora é esperar a promessa de Leonardo de um novo grande evento em nossas terras, para, quem sabe, sermos campeões novamente.


Confira mais vídeos da Game Arena. Neste aqui conversamos com nade, da w7m, logo após a conquista do título do Six Invitational 2024. Durante o papo, o pro player falou sobre a virada contra a FaZe, o abraço no irmão gêmeo que jogava no outro time e mais:

Siga a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Esports

1

Esports

CS2: jogada de Scout com tiros impossíveis viraliza nas redes

2

Esports

CCT Finals: MIBR perde em partida emocionante e está eliminado

3

Esports

CS2: Lucas1 anuncia nascimento do primeiro filho

4

Esports

BLAST R6 Major: FURIA vai aos playoffs; E1 é eliminada

5

Esports

CS2: primeiro Major de 2025 deve ser nos Estados Unidos