Esports

Lynkez
League of Legends

LoL: Ex-Flamengo, Lynkez processa Simplicity

Campeão do CBLoL Academy em 2022, Lynkez pede uma indenização de R$ 115 mil após ser demitido por roubo de placa de video Leonardo "Lynkez" Cassuci, ex-jogador do Flamengo Esports, abriu um processo trabalhista contra a Simplicity após ser demitido sob alegação de um roubo de placa de vídeo enquanto ainda era jogador do clube carioca, em 2022. A informação foi apurada pelo portal Mais Esports e confirmada pela Game Arena.

Thulio Bastos •
16/03/2023 às 13h32, atualizado há um ano

Campeão do CBLoL Academy em 2022, Lynkez pede uma indenização de R$ 115 mil após ser demitido por roubo de placa de video

Leonardo “Lynkez” Cassuci, ex-jogador do Flamengo Esports, abriu um processo trabalhista contra a Simplicity após ser demitido sob alegação de um roubo de placa de vídeo enquanto ainda era jogador do clube carioca, em 2022. A informação foi apurada pelo portal Mais Esports e confirmada pela Game Arena.

O caso acontece em uma esfera trabalhista e já existe uma sentença favorável ao jogador, que pede reconhecimento dos direitos trabalhistas, fundo de garantia, seguro-desemprego e verbas rescisórias que deveria receber no fim de seu contrato. Por conta da alegação de roubo, Lynkez ainda pede uma indenização de R$ 115 mil reais.

Carreira de Lynkez prejudicada

O pedido da indenização foi porque a defesa do jogador entendeu que a alegação do roubo da placa de vídeo foi uma falsa imputação de crime de roubo, prejudicando a sua carreira profissionalmente. Desde que deixou o Flamengo após ter sido campeão do CBLoL Academy em 2022, o jogador não recebeu propostas de nenhum outro time.

A Simplicity, empresa responsável pelos eSports do Flamengo na época, não compareceu às audiências e foi enquadrada no conceito de revelia, segundo o artigo 344 do Novo CPC. Com isso, a consequência será a presunção da veracidade dos fatos alegados por Lynkez. 

LEIA MAIS

O juiz que julga o caso já deu uma sentença favorável ao jogador, reconhecendo o vínculo trabalhista com início em novembro de 2021 e o término em julho de 2022, na função de atleta profissional, com salário mensal de R$ 2.700 reais. Além disso, definiu verbas rescisórias a serem pagas ao jogador no valor de um pouco mais de R$ 6 mil reais, além de comissões, totalizando próximo da casa dos R$ 9 mil. 

Danos Morais negado

A condenação ainda reitera que, caso a Simplicity não cumpra com a decisão, haverá uma cobrança de multa diária no valor de R$ 50 reais, limitado a um prazo de 30 dias. O pedido de danos morais foi negado pelo juiz responsável pelo caso, em outra vara diferente do processo trabalhista. Ele entendeu nos autos que não ouve prova efetiva de atitude ilícita na rescisão contratual de Lynkez.

O processo ainda não foi finalizado e restarão algumas etapas até a conclusão da sentença proferida pelo juiz, como o direito da Simplicity em recorrer da decisão do magistrado. Após a saída do jogador do Flamengo, em junho de 2022, ele expôs em suas redes sociais a situação precária da organização, como atraso no pagamento de premiações, falta de vale-refeição e até “gato” de energia no local de treinamento.


Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

Últimos Arena Shorts

Bom dia com DROPS! Para começar o dia com as news quentinhas! 🔥🎮

Eita que vem mudança por aí, o que você achou?

Hora de se atualizar! Se liga no DROPS! 🕹

GameArena.GGDROPS NA ÁREA! 🔥 Confira as news de hoje! 🚀

Route, da LOUD de LoL, é acusado de soft inting; Novos jogos no XBOX Games Pass e mais! 🎮

Betnacional - A Bet do Galvão, do Thiaguinho e do Brasil

Mais sobre Esports

  • Call of Duty Warzone

  • Cobertura eventos

  • Esports Awards

  • Facebook Gaming

Betnacional - A Bet do Galvão, do Thiaguinho e do Brasil