Esports

Riot Games troféu CBLoL
League of Legends

LoL: Fusão do CBLOL ocorre por estabilidade financeira

Novo modelo promete estabilizar questão monetária dos esports

Siouxsie Rigueiras •
11/06/2024 às 20h05, atualizado há um mês

O competitivo brasileiro de LoL (League of Legends) surgiu ainda em 2012, em eventos de games, e foi crescendo com o passar do tempo e paixão do público. Em 2024, nesta terça-feira (11), o CBLOL (Campeonato Brasileiro de League of Legends), a Riot Games divulgou mudanças significativas para o competitivo.

De acordo com a desenvolvedora, a fusão entre o CBLOL, LLA (Liga Latinoamerica) e LCS (League Championship Series) chega para oferecer um “um modelo comercial mais sustentável para as equipes e para a Riot Games”. Visto que, até o momento, a insustentabilidade financeira dos esports não havia sido resolvida mesmo com esforçor por parte da empresa para solucionar a questão.

Com isso, a mudança promete ” um melhor suporte da nossa Reserva Global de Receita (RGR)”, em que a desenvolvedora disse que reconhece que as alterações resultam em ” tomar algumas decisões complicadas para tornar tudo uma realidade”. Desta forma, com menos times competindo no ecossistema do Tier 1, haverá um apoio sustentável.

“Reduzindo esse número, conseguiremos focar a ajuda da RGR, garantindo que as receitas serão distribuídas entre menos equipes, aumentando o valor que cada equipe recebe. Isso também deve ajudar a concentrar os jogadores, facilitando o acompanhamento dos fãs em um ecossistema mais consistente, sem falar na criação de partidas de maior qualidade”, escreveu a Riot Games.

 

LEIA MAIS

 

Vale lembrar que, em 2016, a desenvolvedora já havia divulgado que esports não geravam lucro para a empresa. Em 2018, o líder global de esports da empresa reiterou o assunto por meio do Reddit: “Estamos muito longe de ter lucro com esports”. Todas as regiões começaram a ter o Sistema de Franquias da Riot Games, que chegou no Brasil por último e começou a ser aplicado em 2021, para tornar o cenário mais sustentável.

Também vimos o fim do Circuito Desafiante (CD), tão amado pelo público, mas que acabava oferecendo oportunidades limitadas para os times que disputavam a competição, deixando a parte financeira instável no competitivo. O Sistema de Franquias veio como resposta para acabar com os problemas monetários do LoL, mas, ainda sim, organizações tinham dificuldades de crescer e evoluir.


Veja também nossos vídeos. Neste aqui elencamos os seis campeões que estão fortes na soloQ brasileira em todos os elos, confira:

Siga a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

Últimos Arena Shorts

Bom dia com DROPS! Para começar o dia com as news quentinhas! 🔥🎮

Eita que vem mudança por aí, o que você achou?

Hora de se atualizar! Se liga no DROPS! 🕹

GameArena.GGDROPS NA ÁREA! 🔥 Confira as news de hoje! 🚀

Route, da LOUD de LoL, é acusado de soft inting; Novos jogos no XBOX Games Pass e mais! 🎮

Betnacional - A Bet do Galvão, do Thiaguinho e do Brasil

Mais sobre Esports

  • Call of Duty Warzone

  • Cobertura eventos

  • Esports Awards

  • Facebook Gaming

Betnacional - A Bet do Galvão, do Thiaguinho e do Brasil