Investigação

LoL: FlyQuest investiga coach sobre pedofilia

Treinador estratégico teria criado perfil fake para interagir com adolescentes

LoL: FlyQuest investiga coach sobre pedofilia

Foto: reprodução/Riot Games

A FlyQuest anunciou, nesta semana (29), que está investigando o ex treinador assistente da equipe de League of Legends (LoL) sobre alegações de pedofilia.

O jornalista de esports Sander Hove, do Sheep Esports, publicou referente a suposta conta que Richard Su, de 28 anos,  possui no Twitter para interagir com adolescentes 17 anos com um pseudônimo revelando que tinha 14 anos.

Desde 2021 na equipe, o australiano Phantiks já tinha alegações sobre o comportamento com menores de idade antes mesmo de entrar para a organização, que divulgou que está investigando um membro do elenco, sem especificar qual.

 

LEIA MAIS

 

Vale lembrar, que no cenário da liga da oceania, tais alegações são de conhecimento geral, mas mesmo assim, o time disse que continuará a ter “os mais altos padrões de integridade e responsabilidade em [seus] funcionários”. Phantiks consta como inativo na organização.


Se você gostou deste conteúdo em texto, veja também nossos vídeos. Neste aqui, entrevistamos a Minerva, da Ilha das Lendas sobre carreira como streamer, o Gayssip da Semana, representavidade e mais , confira:

Acompanhe a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em League of Legends

1

League of Legends

CBLOL: “falha pessoal minha”, diz SeeEl sobre 1º split

2

League of Legends

Top Sioux: 6 vezes que invadiram o palco nos esports

3

League of Legends

LoL: Vanguard já está sendo implementado

4

League of Legends

CBLOL: Tockers revela mérito da vitória da paiN contra Keyd

5

League of Legends

CBLOL: até quando vai existir toxicidade no competitivo?