Playoffs

CBLOL: “não tinha como discutir”, Minerva defende SeeEl

Discussão de treinador e pro player virou polêmica nas redes sociais

CBLOL: "não tinha como discutir", Minerva defende SeeEl

Foto: reprodução/Acervo pessoal

A Vivo Keyd Stars lançou mais um episódio do Behind The Stars no CBLOL 2024 (Campeonato Brasileiro de League of Legends) mostrando os bastidores do reverse sweep que sofreu da LOS nas quartas de finais que rendeu polêmica na comunidade.

Uma famosa “comida de rabo” ocorreu por parte de SeeEl, coach da equipe, com o elenco e, principalmente, com atitudes do jungler Disamis, e os fãs reagiram de diversas formas. Minerva, da Ilha das Lendas (IDL), que é ex pro player, deu razão para o treinador sul-coreano.

“Eu vou ser bem honesto sobre essa discussão do SeeEl, que ele tava tendo. Ele foi uma parada muito estratégica, indo mais profundo, é o trabalho dele, claro, mas a Keyd no primeiro jogo, acho que todo mundo em termos de performance foi pífio.”

 

LEIA MAIS

 

“[…] No primeiro jogo, o dive do bot que o Disamis deixa de dar é bizarro. Eu nem acho que a discussão precisava ser anterior a isso, foi naquela discussão. É tipo: mano, que porra você fez? você é doente? que merda era aquela? e não tinha como ele discutir porque a performance dele do primeiro jogo foi bizarra e o segundo pareceu o primeiro”, opina.

 


Se você gostou deste conteúdo em texto, veja também nossos vídeos. Neste aqui, entrevistamos a Minerva, da Ilha das Lendas sobre carreira como streamer, o Gayssip da Semana, representavidade e mais , confira:

Acompanhe a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em League of Legends

1

League of Legends

LoL: Tier list de campeões de Swarm, novo modo de jogo

2

League of Legends

LoL: jogadores estão surpresos com novo modo Enxame

3

League of Legends

LoL: “triste”, diz Revolta sobre vitória LOUD em cima da LOS

4

League of Legends

LoL: “essa equipe tem mais potencial”, diz coach sobre LOS

5

League of Legends

LoL: por que a Riot Games usa MD1 no CBLOL?