Manipulação

DotA 2: pentacampeão demitido é acusado de cooperar com máfia

Atleta também foi dispensado da LEVIATÁN nesta terça-feira (16)

DotA 2: pentacampeão demitido é acusado de cooperar com máfia

Imagem: reprodução/DotEsports

Pentacampeão de DotA 2, o norueguês Taiga foi acusado de cooperar com uma máfia russa de apostas em competições de esports e acabou sendo desligado da LEVIATÁN, em comunicado da organização desta terça-feira (16).

As alegações contra o jogador profissional são sobre manipulação de resultados da modalidade ao longo da carreira de sucesso de sete anos no game da Valve, principalmente quando o atleta representava a OG, em que se tornou tricampeão.

 

LEIA MAIS

 

O pro player também teve envolvimento com a Mafia 322, um grupo de manipuladores de resultados, ao vazar informações de scrim possivelmente sob ameaça e chantagem do grupo criminoso.


Se você gostou deste conteúdo em texto, veja também nossos vídeos. Neste aqui, falamos um pouco mais sobre a origem dos esports, confira:

Acompanhe a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Dota

1

Dota

Mapa do LoL é customizado dentro do Dota 2, veja

2

Dota

Dota 2: ex-estrela da OG revela vazamento de informações para apostas

3

Dota

ChatGPT elege Dota 2 como jogo on-line mais difícil de se jogar

4

Dota

Dota 2: Secret anuncia contratação do brasileiro Thiolicor

5

Dota

Dota 2: BLAST anuncia calendário de competições em 2025