Counter-Strike Global Offensive

CS:GO: FalleN e Akkari revelam detalhes de conversas com Cold e fer

Em coletiva de imprensa, FalleN classificou conversa com Cold como “rasa” e Akkari disse que a não vinda de fer...

FalleN

Foto: divulgação/FalleN.

Em coletiva de imprensa, FalleN classificou conversa com Cold como “rasa” e Akkari disse que a não vinda de fer foi “decisão técnica”

Nesta terça-feira (18) aconteceu a primeira coletiva de imprensa da FURIA desde que a equipe passou por drásticas mudanças em sua lineup, como as contratações de Gabriel ‘FalleN’ e Marcelo ‘chelo’. Além da dupla de jogadores, participou o treinador guerri e o CEO André Akkari.

Entre inúmeras questões levantadas pelos jornalistas participantes, uma das que se destacou veio de Filipe Carbone, jornalista do portal. Em pergunta direcionada ao FalleN, Carbone relembrou as possibilidades do jogador bicampeão de Major jogar com dois ex-companheiros de time das conquistas da Luminosity e SK Gaming, Coldzera e fer.

FalleN admitiu os contatos de Coldzera, mas classificou-os como “raso”. Ele afirmou que o jogador da 00NATION demorou para falar com ele, pois aconteceu semanas depois de sua reunião com a FURIA em Vegas tinha “gostado muito do que foi proposto”

“Quando eu tive a conversa com o Akkari e o guerri em Vegas sobre a possível transferência, onde começamos a abrir essa avenida de fazer essa junção na FURIA, eu acabei gostando muito do que foi proposto, as ideias bateram bem legais e até esse momento eu já havia conversado com o Cold sobre as hipóteses de ir para outro time, mas uma coisa muito rasa. O Cold chegou a me fazer uma ideia de jogar no time dele, depois dessa conversa que tive com guerri e Akkari.” – disse FalleN.

Em seguida, o atual campeão da FURIA afirmou que foi sincero com Coldzera, dizendo que estava satisfeito com a nova experiência na nova equipe. Ele ainda revelou que Cold tinha ideia de trazer fer para o novo time.

“Então, eu estava bastante satisfeito com o plano de jogar na FURIA e acabei dizendo a verdade do momento, que a ligação dele chegou um pouco tarde, estou muito satisfeito em viver essa nova experiência na FURIA e acredito que não vai ser possível fazer isso agora. E era um dos interesses do Cold também reviver o fer para voltar a jogar. Sempre tenho um prazer em jogar com ele, ele não vem jogando faz um tempinho, mas sinto que isso é coisa de momento e é uma proposta de fazer o que acabei de fazer ano passado, um repeteco que eu tinha acabado de fazer um ano e meio atrás.”

LEIA MAIS

Por fim, FalleN afirmou que sua decisão pesou por jogar com a “nova geração” de jogadores da FURIA, mencionando o “viver novas experiências” e o “momento de carreira dos moleques”.

“Em contraste com essa questão de se juntar aos jovens da nova geração da FURIA, eu acabei achando que esse momento para mim seria melhor, tanto para viver novas experiências, quanto em questão de time. Acho que o time que temos aqui e o momento de carreira dos moleques, faz-se possível ter um time ainda mais forte, mas claro que tudo isso é uma opinião e cada um vai ter a sua.” – finalizou FalleN.

Depois, André Akkari pediu a palavra e comentou sobre fer, um jogador que a FURIA já teve problemas de relacionamento no passado. Akkari disse que teve um boa conversa com o jogador durante o Major do Rio e resolveu os problemas com ex-jogador da Imperial

“Eu fui o cara que conversei com o fer e acho importante a galera saber disso. No passado, há muito tempo, tivemos alguns problemas com o fer em relação a redes sociais e coisas de jogos passados, nada muito grave, mas problemas que atrapalharam o relacionamento construído desde aquela época. Daqueles problemas para frente, a gente não tinha mais conversado. Eu nunca tinha conversado com o fer na minha vida pessoalmente. A gente teve uma aproximação no Major do Rio, onde ele me procurou e a gente conversou e foi muito legal, fer é um cara muito bacana.” – revelou.

Depois, Akkari disse que teve novos contatos com fer agora durante a montagem do novo elenco e afirmou que a decisão da não vinda de fer para a FURIA foi “técnica”, partindo dos jogadores e da comissão técnica, que preferiram a contratação de chelo.

“E depois, agora, tivemos outra conversa via WhatsApp, trocamos mensagens e ele foi muito carinhoso e bacana com a gente. E eu devolvi esse carinho falando que estava feliz que a gente se acertou e estava limpando o passado. Quanto a possibilidade de você jogar na FURIA, é algo que tem que ser discutida tecnicamente com o guerri e os meninos. Depois que tivemos essa discussão entre eles, chegaram a conclusão que o chelo era a melhor opção. Isso foi feito, executado, eu falei com o fer que isso era uma decisão do time e foi super legal, ele agiu super bem e acho legal deixar isso registrado pelos problemas que tivemos no passado que já foram resolvidos.” – finalizou.

Se você gostou desse conteúdo, veja nossa entrevista exclusiva com chelo, a nova estrela da FURIA:

Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike Global Offensive

1

Counter-Strike Global Offensive

CS:GO: fnx revela que jogou final da ESL Pro League no Brasil virado

2

Counter-Strike Global Offensive

CS2: “estranhamente, me encontro feliz”, diz arT sobre sair da FURIA

3

Counter-Strike Global Offensive

CS:GO: filme da Red Bull é lançado com a participação de FalleN

4

Counter-Strike Global Offensive

CS:GO: Red Bull fará filme do jogo com a presença de FalleN

5

Counter-Strike Global Offensive

CS 1.6: cogu lidera rating do jogo, com FalleN e fnx no top 10, veja