entrevista

GET Rio: tge revela 9z na Europa: “Intenção é ser um time mais europeu”

Treinador brasileiro, tge falou sobre confronto contra FURIA e vê adversário em reformulação após saída de arT

tge

Foto: Game Arena.

Gustavo ‘tge’ Motta, treinador brasileiro da 9z, foi entrevistado pela Game Arena após a vitória da equipe na estreia sobre a FURIA. O coach conversou conosco e detalhou planos da 9z para o futuro e também sobre as mudanças no adversário.

Falando sobre o jogo, tge afirmou que é difícil tirar algo da FURIA, pois estão passando por drásticas mudanças e atuando com complete, mas avalia que foi um grande jogo.

Eles vêm de um momento difícil, não tem muito do que tirar, porque jogando com complete, trocando o arT que tinha um peso grande na equipe, acredito que eles tentaram na medida do possível. Foi um jogão, sempre é contra eles, tem uns individuais muito bons, coletivamente tem muita experiência, então foi um grande jogo.” – disse.

Sobre as mudanças na FURIA, tge acredita que a equipe irá passar por um processo de reformulação no estilo de jogo e demandará tempo, pois os estilos de FalleN e arT são completamente distintos.

Vai trocar bastante, principalmente no estilo de jogo deles. O arT, que era o capitão, tem um estilo agressivo, o FalleN já tem um estilo completamente diferente, um pouco mais elaborado, mais estruturado. Acredito que, o caminho que eles vão tomar vai ser esse. Hoje tentaram fazer alguns rounds assim, mas não jogaram muitos rounds para ter em conta, mas eles vão seguir nesse futuro.” – analisou.

Finalizando o assunto, tge elogiou o ex-capitão da FURIA arT e o estilo de jogo que a equipe praticava sobre o seu comando.

O arT é um jogador muito bom, ele fazia a diferença no estilo agressivo que ele tinha e o time deles sabiam jogar muito bem dessa maneira, mas vai ter um processo e demorar um pouquinho para ter essa reformulação.” – concluiu.

LEIA MAIS:

9z na Europa

tge também falou sobre as mudanças que a 9z passou recentemente. Comentando sobre, o treinador brasileiros afirmou que a equipe vem ajustando as peças para que todos os jogadores se sintam bem dentro do lobby.

A gente acredita muito no processo. Estamos trabalhando com o que a gente tem, trocamos jogadores que são agressivos, outros passivos, então estamos tentando fazer dar certo e tentar ao máximo fazer com que cada jogador se sinta confortável dentro da partida. Isso não vem da noite para o dia, é um processo que se passa, mas com tempo e tranquilidade, é o caminho certo.” – afirmou.

Finalizando a entrevista, tge revelou a Game Arena que a ideia é que a 9z se mude para a Europa para disputar os campeonatos lá. Isso, inclusive, foi um dos motivos que fizeram davideuS deixar a equipe.

O Brasil tá tendo muita oportunidade de torneio, mas a nossa mentalidade é realmente nos mudarmos para a Europa. Vamos ficar a maioria do tempo lá, estamos trabalhando para isso, não é tão fácil fazer uma mudança, tem muitos fatores, mas a intenção é ser um time mais europeu do que brasileiro.” – finalizou.


Assista também aos nossos vídeos. Neste aqui, entrevistamos decenty, da Imperial:

A Game Arena está cobrindo presencialmente A GET Rio 2024. Siga-nos nas redes sociais: TwitterYouTubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

ESL Impact: guia do mundial com Fluxo Demons e Imperial

2

Counter-Strike 2

ESL Impact: Fluxo prestará homenagem a outras jogadoras

3

Counter-Strike 2

CS2 pode receber recurso de inspecionar galinhas

4

Counter-Strike 2

IEM Dallas: jogadores aproveitam para curtir finais da NBA

5

Counter-Strike 2

CS2: Astralis lança novo uniforme para a temporada