Engasgados com a derrota

IEM Katowice: sense crava revanche contra FURIA: “entrei pensando na final”

Jogador da Apeks, sense falou sobre confronto, diferenças da FURIA do Elisa e de Katowice e analisou o que a equipe pode melhorar

sense

Foto: Game Arena.

Jogador da Apeks, sense falou sobre confronto, diferenças da FURIA do Elisa e de Katowice e analisou o que a equipe pode melhorar

O fim da linha para a FURIA na IEM Katowice 2024 continua repercutindo muito no cenário internacional de Counter-Strike 2. Após o triunfo da Apeks, o jogador da equipe, Ådne ‘sense‘ Fredriksen, deu entrevista exclusiva à Game Arena.

A primeira pergunta foi se, de fato, a vitória era uma revanche contra os brasileiros, pela derrota na final do Elisa Masters Espoo 2023. Ele não só confirmou, como foi além.

“Sim, com certeza. Antes de entrarmos no jogo de hoje, eu estava pensando naquela derrota na final do Elisa, então hoje viemos com outra energia e com vontade de lutar” – afirmou o jogador norueguês.

sense ainda elogiou o estilo de jogo agressivo da FURIA e disse o que a equipe pode melhorar para a sequência da temporada 2024, após essa precoce eliminação no torneio polonês.

“Não é fácil jogar contra o Brasil. Eu lembro que perdemos a final para eles, mas vencemos na fase de grupos, mas se você olhar minhas stats, não estavam tão boas, porque eles jogam tão rápido, duelando, eu respeito esse estilo, porque é diferente de se esconder e tentar jogar direitinho, eu gosto que vocês jogam rápido e agressivo. O que vocês podem melhorar, é corrigir seus erros e estar na mesma página, pois de resto vocês estão muito bem.” – disse.

LEIA MAIS

Sobre o confronto, sense disse que, apesar de ter começado em vantagem os mapas, não foi fácil para a equipe da Apeks e elogiou a resiliência da FURIA em buscar os comebacks.

“Com certeza não [foi fácil]. Mesmo a gente tendo perdido na Mirage, e a Ancient ter sido bem disputada, eu me senti bem confortável nesses mapas. Eu acredito que deveríamos ter vencido a Mirage, mas eles voltaram de um 10 a 2, foi um ótimo comeback. Quando estava jogando, senti que poderíamos vencer de 2×0, mas sofremos mentalmente. Eles são fortes, estão sempre lutando, foi uma série disputada.” – analisou sense.

Finalizando, sense traçou um paralelo das diferenças entre a FURIA da final do Elisa e a FURIA dessa eliminação em Katowice. Para ele, o que mudou foram as circunstâncias dos jogos e dos cenários em ambas as ocasiões.

“A diferença são as circunstâncias. No Elisa, nós jogamos na final e vencemos eles na fase de grupos, como disse antes, e eles nos venceram na decisão. Então, é a sensação, a importância do jogo. Eles lutaram mais porque estavam na final e agora eles foram eliminados, mas essa é a diferença.” – concluiu.

Assista também nossos vídeos. Neste aqui batemos um papo exclusivo com yuurih, um dia antes do início dos jogos da Katowice 2024, em que o jogador da FURIA falou tanto sobre o torneio quanto vida pessoal:

Game Arena estará cobrindo presencialmente a IEM Katowice 2024. Acompanhe o torneio através das nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

RMR Américas: PGL não vai aderir atualização no torneio

2

Counter-Strike 2

RMR Américas 2024: guia do classificatório regional ao Major

3

Counter-Strike 2

CS2: facas mais baratas para você comprar no jogo

4

Counter-Strike 2

CS2: FalleN tem canal no YouTube hackeado

5

Counter-Strike 2

CS2: Astralis anuncia BR0 e dev1ce como IGL