Mesmo discurso!

CS2: PGL e ESL afirmam que travamentos são do jogo e não das máquinas

Diferentes organizadoras, em diferentes momentos, endossam a mesma explicação de que os problemas técnicos vem do CS2.

CS2

Fotos: ESL/PGL

Problemas técnicos estão cada vez mais presentes em grandes competições de Counter-Strike 2 (CS2). Nos mais polêmicos recentemente, o discurso de diferentes organizadoras, como PGL e ESL, tem se mostrado o mesmo: erro do jogo e não nas máquinas.

LEIA MAIS:

Nos últimos meses, o que mais chamou a atenção foi o de Jame, durante o Copenhagen Major 2024. O fato aconteceu durante uma série contra a G2, que decidia vaga nos playoffs do próprio Major. Nas redes sociais, é dito que o problema tirou a merecida vaga da Virtus.Pro dos playoffs.

Em entrevista à Game Arena, logo após o ocorrido, Jame afirmou que a sua opinião sobre o CS2 não é boa e que há muitos bugs no jogo. Ele também comentou o que um representante da PGL lhe explicou após seu jogo travar:

O admin disse que ocorreu um erro típico do CS2 e não há nada a se fazer. É do próprio jogo. Um azar e ele crashou.

Veja a entrevista completa abaixo:

Ainda mais recente que o caso de Jame, está o de Dev1ce, da Astralis, em jogo contra a FaZe Clan. Mais uma vez, o crash aconteceu em duelo importantíssimo, agora valendo vaga na final da IEM Chengdu 2024.

A frustração foi tanta por parte do dinamarquês, que ele deu um soco no monitor. Nas redes sociais, ele admitiu que aquilo o quebrou na partida: “Não consegui manter a calma depois do travamento do jogo naquela rodada“.

Também no Twitter (X), Dev1ce retuitou a explicação do jornalista Luís Mira, que diz o seguinte: “De acordo com a ESL, foi um crash no jogo, não no computador“.

Campeonatos diferentes, equipes diferentes, organizadoras diferentes, mas o mesmo discurso. O recado que é passado ao mundo é de que o CS2, de fato, substituiu o CS:GO cedo demais, sem estar pronto para os big events.

O resultado disso, até o momento, além das reclamações, são polêmicas atrás de polêmicas, em que profissionais são prejudicados em momentos críticos de competições. Tudo isso, sem nada poder fazer a respeito.


Assista mais vídeos nossos. Neste aqui, perguntamos antes do Major a jogadores profissionais, se eles acreditavam que o CS2 estava pronto para o Major. Veja as respostas:

Siga a Game Arena nas redes sociais: TwitterYouTubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

CCT Finals: paiN perde para ANKAL na estreia

2

Counter-Strike 2

CS2: arT revela propostas internacionais e o porquê do Fluxo

3

Counter-Strike 2

CS2: fnx expõe condições para luta contra pasha

4

Counter-Strike 2

CS2: “não voltarei como jogador”, fnx anuncia aposentadoria

5

Counter-Strike 2

BetBoom Dacha: MIBR perde mais uma e está eliminado