Brasil no Major

Major Copenhagen: “hoje foi o dia perfeito”, diz n1ssim ao bater HEROIC

Elenco está motivado para garantir vaga nos playoffs

Major Copenhagen: "hoje foi o dia perfeito", diz n1ssim ao bater HEROIC

Foto: Game Arena

 

Tentaram derrubar o Brasil mas esqueceram que o brasileiro não desiste nunca. A paiN Gaming é a única equipe tupiniquin presente no PGL Major Copenhagen de Counter-Strike 2 (CS2) e a Game Arena falou com n1ssim após vitória.

Em entrevista exclusiva, o jogador profissional falou sobre o sentimento de ter garantido um 2 a 0 em cima da HEROIC e se manter viva no campeonato mais importante da modalidade.

“Agora tá mais tranquilo, a gente conseguiu espancar os cara do CT e aí começou azedar, mas conseguimos fechar o jogo e tô de boa agora”, diz.

 

Foto: reprodução/PGL

 

Na Nuke, o brasileiro brilhou e, inclusive, terminou o game com o top frag da partida. Mas… afinal, qual o motivo dos painzetes terem sido tão superiores ao ponto de garantir o confronto por 13 a 6?

“Eu acho que a gente tá muito unido. Todo pré game, a gente tá falando: ‘rapaziada, vamosse ajudar. Vamos jogar unido. Tá rolando a pressão aqui, vamos resolver.”

 

“Vamos começar a contar os bonecos’. E acho que o fato da gente toda hora botar isso na mesa: ‘presta atenção nisso, nisso e nisso’, tá fazendo a gente se destacar nas partidas”, revela.

O pause da resiliência

 

Apesar do resultado positivo e placares que mostram o brasileirinho amassando a equipe inimiga, algumas coisas acabaram saindo dos trilhos.

“Acho que nenhum momento a gente deu como garantida a vitória. A gente fez 2 a 0, mas começou a jogar round a round, a gente começou a tomar rounds e é claro vai preocupando…ou ‘que nós tá fazendo? a gente tem alguma tática muito roubada?’.”

 

“No final das contas, a gente pausou, falou: rapaziada, relaxa, a gente só precisa ganhar umas trocação, precisa resolver uns round.”

 

“E aí a gente fez uma táticazinha nossa, acabamos invés de usar tática bruta, a gente começou: ‘não, mas vamos fazer isso aqui agora’, e a gente rodou o round e conseguiu finalizar e fechamos o jogo”, explica.

O top fragger da série

Foto: reprodução/PGL

 

Foram 34 abates garantidos para os painzetes nas mãos de n1ssim, que foi o jogador que mais garantiu kills durante a série melhor de três jogos (MD3) ea  emoção tomou conta do atleta, que soltou a voz durante o embate.

“É, eu gritei muito, tô gritando muito ultimamente, mas foi muito bom fechar o jogo.”

 

“Me lembrou o round da Inferno, 12 a 11, só que dessa vez o cara não foi direto, não defusou direto, então… eu tive essa sorte.”

 

“Acabei dando sorte ali que o nicoodoz errou o tiro; ou ou não, né? Eu dei o strafe bem nele. Eu fiquei muito feliz de fechar o jogo e poder trazer vitória pra casa”, diz.

 

Foto: reprodução/PGL

 

O elenco da paiN estava entrando meio desligado nos confrontos segundo fala de biguzera. Porém, neste sábado (23), a história tomou um rumo diferente para n1ssim.

“Acho que hoje foi o dia perfeito. A gente entrou de ponta a ponta gritando e nossa motivação tava lá em cima.”

 

“Todo dia quando a gente começa a treinar […], acorda, vai almoçar nós tava falando: ‘rapaziada, vamos voltar de troféu. Vamos voltar de semi, vamos voltar de quartas. Vamos pra cima nisso’.”

 

“Acho que tá ficando muito na cabeça da gente e quando começou o jogo hoje, já tá muito fixo no nosso mindset”, pontua.

 

Foto: reprodução/PGL

 

Falta apenas mais uma MD3 para que os brasileiros — que são os únicos representantes do país no Major — consigam classificação nos playoffs. Segundo o atleta, a próxima partida terá o mesmo clima entre a equipe.

“Com certeza, eu acho que a gente vai estar muito eletrizante, gritando muito e acho que a gente vai conseguir tentar buscar essa essa vaguinha pra gente.”

“[…] A gente tá muito confiante. Acredito que cada um do time tá numa confiança absurda.”

 

“Acho que não tem como, toda a nossa confiança acho que não tem como perder. A gente tá muito confiante para poder ter essa vaguinha lá na Royal Arena”, finaliza.

 

LEIA MAIS

 

A paiN Gaming encara a Natus Vincere (Na’Vi) em série programada para ocorrer a partir das 15h, neste domingo (24), valendo vaga na próxima etapa do primeiro Major de CS2 da história.


Assista aos nossos vídeos também. Neste aqui, entrevistamos felps, após a Imperial encerrar sua participação no primeiro Major de CS2:

Game Arena está cobrindo presencialmente o PGL CS2 Major Copenhagen 2024. Siga as nossas redes sociais para ficar por dentro de tudo que acontece no mundial: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

CS2: onde estão as principais promessas do cenário

2

Counter-Strike 2

CS2: Gaules faz proposta para arT com a G3X

3

Counter-Strike 2

Os recordes mais bizarros para você quebrar no Counter-Strike 2

4

Counter-Strike 2

CS2: jogador ucraniano é banido da FACEIT por trapaça

5

Counter-Strike 2

EPL S19: Imperial é derrotada pela FaZe na estreia