donk é tudo isso?

Major Copenhagen: “Não é só ele”, diz HEN1 sobre donk; pro chuta Spirit campeã

Imperial ainda enfrenta Vitality nesta sexta-feira (21)

Major Copenhagen: "Não é só ele", diz HEN1 sobre donk; pro chuta Spirit campeã

Foto: Game Arena

 

Os brasileiros da Imperial tiveram um jogo duro contra a Spirit nesta quinta-feira (21), e HEN1 conversou com a Game Arena para falar um pouco sobre como é enfrentar donk, próximo confronto do PGL Major Copenhagen 2024 de Counter-Strike 2 (CS2) e mais.

Não tinha como não perguntar sobre o prodígio do time adversário. Após um 13 a 2 complicado na Mirage, o jogador profissional contou como é jogar contra o nome que tem brilhado no CS2.

“Porra, nem fala, o moleque, joga muito, tá maluco; os cara tão em outro patamar. A gente até tentou fugir dele ali.”

“A gente falou: pô, eco seco, tudo vamos na  dar frag para o magixx, pra ele não ter confiança; não adiantou não, pai. O cara matou nos armados todos e buscou ainda. É foda, moleque joga muito”, revela.

A Spirit é só o donk?

donk
Foto: Danyel Carvalho/Game Arena

Ainda falando sobre o russo de 17 anos, que brilhou no confronto com rating de 2.17 ao fim da partida, o brasileiro elogiou não apenas o jovem talento, como também comentou sobre o desempenho do time como um todo.

“Não, esse sistema deles tá tá bonito de ver. Os caras tem um sistema defensivo ali muito forte, tá bem preparado. Não é só ele.”

“Você vê que tem o zont1x, tem o magixx , tem o sh1ro. Ele [donk] sobressai, obviamente, mas eu acho que pra ele fazer isso é pelo time também.”

“O time tá dando um suporte ali  — que às vezes você tá olhando pela stream, você não vê, só a tela dele, mas você vê os cara flashando, ou os cara fazendo uns anti forte ali para o meio e tá fechadinho também.”

“Independente da skill dele, que já é absurdo, mas tem o time também que tá fazendo a dele muito bem”, reconhece.

Teve uma jogada em específico que o novato fez milagres, desempenhando em um alto nível inacreditável. HEN1 foi questionado sobre como havia ocorrido a comunicação antes da play e a verdade é que o garoto jogou bem demais mesmo.

“A gente estava bonitinho, vamos pickar junto… um, dois, três, picka…e recuo. A gente sabia que ele estava sem kit.”

“A gente foi esperando o tempo e a gente foi contar de novo para abrir junto para não dar espaço pra ele… eu morri varado, pô.”

“Eu dei meio que um strafe, dei um tiro e acho que ele me varou e foi muito rápido na cara do Felps. Acho que foi mérito deles.”

“Esses cara tão insano, tá maluco. Foi mais mérito dele, eu acredito. A gente abriu junto, o cara deu duas balas”, diz.

Mantendo um clima leve

Foto: reprodução/PGL

 

Os tupiniquins sofreram uma derrota, mas ao fim da partida, o elenco estava unido, conversando e rindo apesar do resultado. O atleta contou, aos risos, sobre a situação vivida neste embate.

 

“Cara, não tinha muito o que fazer. A gente tava tentando fazer o que a gente combinou antes. A gente tava levando na esportiva, mano. Tava difícil para caralho. “

“A gente pegou esse momento, a gente sabe que eles são superiores, a gente sabe que os caras tão num nível absurdo. Os caras, querendo ou não, eles estão em outro patamar; é difícil, pô.”

“Os caras tão tão bem. A risada ali era… já estamos fodido mesmo, chorar que nós não vamo, podia estar pior. Vamos aproveitar esse momento, absorver o que tá tendo e manter o plano de jogo”. diz.

A Spirit é o melhor time do mundo?

Para o brasileiro que é um astro do game para a torcida, a Spirit vem forte. Tão forte que pode até mesmo ser campeã do primeiro Major de CS2 da história.

 

“Eles estão em outro patamar. Ainda não joguei contra os outros times, a gente já treinou também… mano, todos são difícil; cada time é diferente.”

“Eles têm um estilo de jogo, a VP tem um, a FaZe tem outro, mas dá para ver que o individual é muito importante, ainda mais no CS2 agora”

“E o individual dos caras… você pode ver até o zont1x no pistol: insano. magixx, tá ligado? Os caras estão com quatro cara muito monstro ali do lado do donk também.”

“Tem o donk, tem outros caras que também tá fazendo a deles; é difícil, mano. Acho que o nível deles está um nível de top 1, top 2 com certeza.”

“Eu chutaria que eles tão com grande chance de ganhar esse campeonato. Os cara tão forte demais, tá maluco”, explica e opina.

Foto: reprodução/PGL

A Imperial agora pega a Vitality, outra equipe forte na competição. O jogador profissional falou sobre como o elenco está se sentindo para o embate.

“A gente tá muito confiante. É MD1 também. O jogo foi rápido e a gente ganhou o primeiro jogo contra VP; que também é um adversário muito difícil.”

“A gente tá trabalhando, a gente tem que analisar esse jogo, ver o que a gente errou, às vezes mesmo acertando também acontece de o outro time tá acertando também, igual aconteceu.”

“Mas a gente vai continuar trabalhando. Acho que o campeonato é longo, a gente tá nessa situação que a gente ainda tem muito campeonato pela frente. Acho que amanhã é contra Vitality, é um time difícil também.”

“A gente vai começar a trabalhar agora também, colocar o individual em dia, trabalhar de novo, analisar o que tem que fazer, analisar qual o mapa vai ser essa outra MD1 e para cima.”

“A gente sabe o nosso potencial. MD1 é isso aí, perdeu dois pistol, perdeu o round que era para perder… é rápido, acontece com todos. Enfim… analisar os erros, trabalhar agora e terminar.”

“Vamos tentar absorver o máximo desse campeonato, tentar passar a próxima fase, não estamos fora, ainda tem muita oportunidade. Trabalhar, velho. Trabalhar, aí amanhã, se Deus quiser, a gente vai ganhar da Vitality”, comenta.

O confronto acontece a partir das 10 da manhã e a Imperial não é o unico time brasileiro que joga nesta sexta-fera (21), visto que, paiN Gaming e FURIA estão vivas no Major, disputando games 11h e 14h, respectivamente.

 

LEIA MAIS

 

Treino vs Campeonato

Foto: Stephanie Lindgren/PGL

“Já, treinamos [contra a Vitality]. Mas treino é diferente até pra gente mesmo. A gente treinou muito na Europa aqui.”

“A gente treinou contra a Vitality e contra outros times e é difícil no treino, porque a gente viveu situações no treino que não acontece no campeonato.”

“Só só nos alertou para a gente ficar mais esperto, eu diria. Um time ou outro joga igual o camp, o resto, eu acho que a galera joga muito diferente do treino pro campeonato.”

“Não citando nome de ninguém, mas tem muito time que é diferente o treino. Até pra gente, não tem pressão nenhuma, não tem nada, então… acaba que a gente vai ter que ver amanhã.”

“A gente vai analisar o jogo deles, a gente sabe que eles são um puta tim… só que a gente também tem potencial. É acreditar e ir para cima” — HEN1


Assista aos nossos vídeos também. Neste aqui, entrevistamos FalleN após a vitória sobre a ENCE:

Game Arena está cobrindo presencialmente o PGL CS2 Major Copenhagen 2024. Siga as nossas redes sociais para ficar por dentro de tudo que acontece no mundial: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

GET Rio feminino: Fluxo Demons vence FURIA e é campeão

2

Counter-Strike 2

GET Rio: “muita dedicação”, cAmyy vê W7M no caminho certo

3

Counter-Strike 2

GET Rio: bizinha cita “propósito” e comenta retorno ao CS

4

Counter-Strike 2

GET Rio: FURIA faz jogo tranquilo contra W7M e está na final

5

Counter-Strike 2

GET Rio: goddess cita confiança e avalia entrada da annaEX