Counter-Strike 2

RMR Américas: LOS, Liquid e NRG sobrevivem ao primeiro dia

Times são favoritos em seletiva para o RMR das Américas O primeiro dia de seletiva aberta para o PGL CS2...

Liquid

Foto: Divulgação/Team Liquid

Times são favoritos em seletiva para o RMR das Américas

O primeiro dia de seletiva aberta para o PGL CS2 Major Copenhagen 2024 da América do Norte chegou ao fim na madrugada desta terça-feira (9). As principais equipes na disputa para o RMR das Américas seguem na disputa.

LEIA MAIS:

Isso quer dizer que Team Liquid, NRG e LOS conseguiram vencer as quatro partidas iniciais que tiveram na classificatória. Os times jogaram partidas melhor de um e agora se preparam para um novo dia de jogos, ainda nesta terça-feira.

Uma das favoritas não apenas para ficar com a vaga para o RMR, mas também para se classificar para o Major, a Team Liquid não teve trabalho. Em quatro partidas disputadas, sofreu apenas cinco pontos e fechou as partidas sem sustos.

O mesmo valeu para a NRG, que também conseguiu atropelar os adversários. Os brasileiros da LOS sonham em conquistar a vaga pela América do Norte e se provaram até agora, vencendo todos os duelos.

A expectativa do dia está em cima de um possível jogo entre Team Liquid e LOS. Os times estão no mesmo chaveamento da classificatória aberta e podem se enfrentar caso vençam seus respectivos primeiros jogos desta terça.


Assista também nossos vídeos. Neste aqui, conversamos a CEO d’O Plano, Karine, que contou detalhes e bastidores da nova line planista. Confira:

Acompanhe a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

IEM Dallas: FURIA domina clássico da “lei do ex” contra Imperial

2

Counter-Strike 2

RMR Europa: confrontos do Last Chance Qualifier, veja

3

Counter-Strike 2

RMR Europa: equipes do Decider são definidas; veja lista

4

Counter-Strike 2

RMR Europa: Heroic se classifica para o Major da Dinamarca

5

Counter-Strike 2

IEM Dallas: em boa fase, Imperial quer quebrar tabu contra FURIA