Counter-Strike 2

CS2: Gaules diz que G3X vai voltar e revela: “Penso todo dia”

Em participação no podcast Unlock Club, de Bruno PlayHard, Gaules relevou planos para retorno da G3X ao CS no futuro...

Gaules

Foto: reprodução/Unlock Club.

Em participação no podcast Unlock Club, de Bruno PlayHard, Gaules relevou planos para retorno da G3X ao CS no futuro

Maior criador de conteúdo de Counter-Strike do Brasil e do mundo, Alexandre ‘Gaules’ foi o participante da semana no podcast Unlock Club, de Bruno PlayHard, CEO da LOUD. Durante um papo de mais de 2 horas, Gaules falou sobre diversos assuntos pessoais e profissionais.

O principal deles foi quando o líder da Tribo afirmou que planeja voltar com a g3nerationX, a G3X, equipe que fundou no CS 1.6. Gaules disse que, o retorno só não é agora, pois ainda “não é o momento”, mas que ele “pensa todo dia” nisso.

“Porque não é o momento. Porque hoje o meu foco não é o time, e se o meu foco não é o time, eu não vou fazer a coisa certa. Daqui a alguns anos, vai ser o meu foco, então aproveitem enquanto não é. Mas vai, está decidido. Meu projeto de final de vida é que o G3X seja o time e eu não consigo fazer isso e estar focado em outra coisa… Penso todo dia, todo dia olho, assisto e aprendo.” – disse Gaules.

Vale lembrar que a G3X, recentemente, foi anunciada como uma escuderia do automobilismo brasileiro, com o seu retorno já sendo realizado, mas nas pistas de corrida e não nos lobbys de FPS.

LEIA MAIS

LOUD no CS2

O apresentador, Bruno PlayHard, falou também sobre uma possível entrada da LOUD no cenário de CS. Segundo o CEO, “não faz sentido” para uma organização brasileira “entrar para ganhar no curto prazo”.

“Esse assunto da LOUD no CS me interessa. Eu concordo com a sua visão (Gaules) de como montar esse projeto, olhando para uma base, estruturando, como o único caminho possível. Não faz sentido para uma organização brasileira entrar para ganhar no curto prazo, compra, gasta, faz acontecer, pois o que importa para a torcida, é o título.” – disse PlayHard.

Essa é a segunda vez recente que o CEO aborda esse tema. Da primeira vez, durante sua live no mês passado, Bruno havia classificado a entrada da LOUD no CS como “arriscado” e deixou em aberto a conversa com Gaules para uma mudança de mentalidade.

Será que veremos LOUD e G3X em um futuro próximo no Counter-Strike 2? A tendência é que sim, em um projeto a longo prazo para que as organizações nacionais invistam no cenário competitivo do FPS da Valve.

Se você gostou desse conteúdo em texto, confira também nossos vídeos. Neste aqui, a Game Arena entrevistou RICIOLI, jogador da Uno Mille. Confira:

Game Arena tem muito mais conteúdos como este sobre esportes eletrônicos, além de games, filmes, séries e mais. Para ficar ligado sempre que algo novo sair, nos siga em nossas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

CS2: m0NESY tem seu primeiro torneio negativo desde 2021

2

Counter-Strike 2

FiReLEAGUE: decenty rechaça descanso nas férias e exalta “temporada maravilhosa”

3

Counter-Strike 2

FiReLEAGUE: guia do Global Finals 2023, em Buenos Aires

4

Counter-Strike 2

CS2: fer critica FURIA: “Não chama atenção de nenhum jogador”

5

Counter-Strike 2

FiReLEAGUE: como chegam os brasileiros que disputarão o torneio