Counter-Strike 2

CS2: reviravolta pode fazer m0NESY jogar a BLAST

m0NESY revelou nas redes sociais que pode chegar a tempo de se unir à G2 na BLAST

m0NESY pela G2 Esports no Major de Copenhagen

Foto: Stephanie Lindgren/PGL

A G2 Esports oficializou nesta última segunda-feira (10) a ausência de Ilya “m0NESY” Osipov no elenco durante a disputa da BLAST Premier Spring Finals 2024. Contudo, uma reviravolta pode fazer com que a organização vá completa para a competição.

LEIA MAIS:

Extremamente ativo nas redes sociais, m0NESY revelou no canal pessoal do Telegram que existe a possibilidade de jogar o evento. O jovem jogador da Rússia revelou que conseguiu resolver a questão do visto e já está indo buscar o passaporte.

“Recebi o meu visto e estou voando agora para pegar o meu passaporte. Eu realmente espero que eles consigam me devolver. Posso chegar até o jogo de estreia”, afirmou m0NESY.

Isso sugere que pode até ser que a G2 Esports não tenha o jogador para o primeiro jogo, mas se tudo der certo ele se unirá ao time para o restante da BLAST Premier Spring Finals. No lugar dele, a organização contará até agora com a presença de Wiktor “TaZ” Wojtas nos servidores.

A BLAST Premier Spring Finals acontece entre os dias 12 a 16 de junho na Arena Wembley, em Londres. Sem nenhum brasileiro na disputa, a G2 terá a companhia de FaZe Clan. Natus Vincere, Virtus.pro, Astralis, Vitality, SAW e Spirit.


Veja também nossos vídeos. Neste aqui relembramos o fatídico dia em que um Marea Turbo salvou todo um império:

Siga a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

CS2: malbs deixa M80 em meio à rumores sobre ida para a G2

2

Counter-Strike 2

CS2: paiN foi o time das Américas que mais faturou com premiação no 1º semestre

3

Counter-Strike 2

CS2: travesseiro é segredo de sh1ro para boa performance

4

Counter-Strike 2

ESL Pro League S20 terá 4 times brasileiros, veja 

5

Counter-Strike 2

CS2: segundo Major de 2025 pode ser da StarLadder, diz jornalista