Counter-Strike 2

CS2: FalleN vê “injustiça” em saída de Guerri: “muito fã do trabalho”

FalleN falou sobre futuro da FURIA na decisão pelo quinto jogador e anúncio de novo técnico

FalleN

Foto: João Ferreira/PGL

A FURIA está próxima de chegar ao fim de uma Era com a saída de Nicholas “guerri” Nogueira do cargo de treinador após a função ter sido ocupada pelos últimos seis anos. Em entrevista exclusiva à Game Arena após a eliminação no GET Rio, Gabriel “FalleN” Toledo viu a mudança como injusta.

O Professor se mostrou um grande fã do trabalho feito pelo agora ex-treinador da FURIA, comparando-o com outros grandes com quem atuou no cenário competitivo nos últimos anos. Rasgando elogios ao agora Head Coach da organização, ele chamou a atenção para qualidades de Guerri.

A decisão do Guerri, na minha opinião, acaba sendo um pouco de injustiça com ele. Eu tenho meus princípios, já trabalhei com muitos coaches e sou muito fã do trabalho do Guerri. É um cara muito sério, que trabalha muito bem, bom de grupo, bom de gestão. Entende muito do jogo“.

FalleN confessou que a decisão tomada por Guerri parece ter sido influenciada grande parte por pressão da comunidade. Experiente como poucos, o Professor falou sobre como o desejo da torcida de querer vencer tudo acaba sendo mal direcionado em alguns momentos.

Isso porque ele sabe que o treinador acaba pagando o pato em diversas oportunidades: “se a FURIA não venceu todos os campeonatos que a SK venceu, tem que ser por causa do coach“, disse FalleN categoricamente.

Foto: João Ferreira/PGL

Pressão da comunidade e decisão planejada

O jogador acredita que a falta de conhecimento do público sobre tudo o que acontece nos bastidores faz parecer que os problemas serão resolvidos apenas com a mudança de um treinador. Isso porque eles acabam não acompanhando “o trabalho no dia a dia”, e disse que isso pode ser confirmado por todos que passam pelo time.

A saída de Guerri, contudo, não era algo inevitável — muito pelo contrário. FalleN revelou que isso já fazia parte dos planos, mas acabou sendo antecipado em função da pressão da comunidade. A ideia já era fazê-lo ocupar um cargo semelhante na FURIA.

Está precisando de alguém que faça esse trabalho de cuidas das equipes em outras modalidades. Já tinham visualizado o Guerri para fazer essa posição. Acho que essa pressão da comunidade meio que deu uma acelerada nisso“, revelou o Professor.

Ele também disse que a vinda de Sid “sidde” Macedo para o posto de analista já era visando justamente a ideia dele assumir como treinador. Mesmo em um momento de pressão, ele teve a benção de FalleN, que disse ver “capacidade para isso” acontecer.

A busca pelo novo jogador da FURIA

A mudança no comando técnico não é a única da FURIA para o restante da temporada. Um dos grandes jogadores da história da organização, Andre “arT” Piozevan também deixou o time e viu o lugar ser ocupado temporariamente por Kayke “kye” Bertolucci (que se pronuncia cái).

Inclusive, temporariamente nem tanto assim, tendo em vista que a FURIA parece estar aberta para todas as possibilidades. Existe um mundo em que a busca pelo quinto jogador se encerre agora e a vaga fique nas mãos de kye.

Entretanto, isso tudo dependerá de uma série de fatores que serão respondidos ao longo da sequência de competições. Por enquanto, FalleN disse que a FURIA está pronta para algo definitivo e que trabalhará como se este fosse ser o time a ser utilizado na sequência do ano.

A gente vai trabalhar o mais sério possível e quem sabe essa line-up pode dar liga. Então, a gente está fazendo tudo como se fosse fixo já: essa permanência do sidde como treinador, permanência do kye. Eventualmente, a gente pode realmente fazer essa mudança. Então, é uma questão de timing essa transição“.


Assista também nossos vídeos. Neste aqui conversamos com Lux, após o título da paiN no GET Rio masculino/misto:

Siga a Game Arena nas redes sociais: TwitterYouTubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

EWC 2024: “Não é interessante para mim”, yuurih sobre jogar em times internacionais

2

Counter-Strike 2

EWC 2024: “Deixou um grande vácuo”, s1n sobre saída de malbs da M80

3

Counter-Strike 2

EWC 2024: FURIA vence TheMongolz pela 1ª vez e avança aos playoffs

4

Counter-Strike 2

EWC 2024: sidde detalha quadro de saúde de chelo: “Está debilitado”

5

Counter-Strike 2

EWC 2024: nak desaprova resultados do MIBR: “Inaceitável”