Counter-Strike 2

CS2: levantamento escancara cheaters no Premier

Levantamento do Leetify mostrou estatísticas suspeitas no Premier do CS2

CS2: levantamento escancara cheaters no Premier

Foto: Reprodução/CS2

O Leetify revelou nesta semana o lançamento do levantamento público trazendo diversas informações sobre partidas disputadas no Counter-Strike. Contudo, acabou deixando evidente o alto número de cheater nos níveis mais altos do modo Premier, principalmente acima dos 25k.

LEIA MAIS

A biblioteca pública de dados do Leetify permitiu descobrir, por exemplo, que a Dust 2 já é o mapa mais popular do modo Premier após a recente atualização da Valve. Infelizmente, também mostrou a dificuldade que está de jogar Counter-Strike com tantos trapaceiros.

Estatísticas sugerem cheaters no Premier

Entre tantas opções diferentes de análises, quatro delas chamaram a atenção para os cheaters: distribuição de mortes por arma, smokes jogadas por partidas, flashes jogadas por partidas e tempo de reação para dar dano em adversários durante o jogo.

Enquanto muitos esperariam que as estatísticas dos níveis mais altos evidenciasse algo próximo do que é o competitivo atual, o que acabou sendo visto foi o oposto. Isso porque as armas mais utilizadas acima dos 25k no Premier são SSG 08 (Scout), AWP, Scar 20 e G3SG1 (Teco-Teco), R8 Revólver e Desert Eagle.

Foto: Reprodução/Leetify

As armas são as mais comuns entre os trapaceiros presentes no Counter-Strike, independentemente do nível. Enquanto isso, armamentos que fazem mais parte do meta como AK-47 só foi usada em 0,5% das mortes registradas neste nível.

Mas as doideiras não param por aí. O nível mais alto também costuma chamar a atenção pelo bom uso de utilitárias, mas não acima dos 25k no Premier. Segundo o Leetify, o uso de smokes e flashs são de menos de 1 por partida.

A diferença é tão colossal em relação aos outros níveis que a média de granadas utilizadas por partida em outros níveis beira o máximo. Contudo, faz sentido não precisar de granadas quando está girando e acertando a cabeça dos oponentes.

Foto: Reprodução/Leetify

Por fim, o tempo necessário para dar dano nos oponentes é algo que acaba escancarando de vez o auxílio de programas ilegais. Isso porque acima dos 25k no modo Premier os jogadores precisam de 0,1 milissegundo para conseguir acertar o adversário.

Recentemente, a Valve parece estar trabalhando mais do que nunca na luta contra os trapaceiros no Counter-Strike. A empresa realizou ajustes no VAC e na detecção de jogadores com programas ilegais, além de realizar uma grande onda de banimentos nos últimos dias.


Se você gostou deste conteúdo em texto, veja também nossos vídeos. Neste aqui, lembramos as seis jogadas mais inacreditáveis do VALORANT, confira:

Acompanhe a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

CS2: fnx expõe condições para luta contra pasha

2

Counter-Strike 2

CS2: “não voltarei como jogador”, fnx anuncia aposentadoria

3

Counter-Strike 2

BetBoom Dacha: MIBR perde mais uma e está eliminado

4

Counter-Strike 2

IEM Dallas: Stewie2k é inscrito pela G2

5

Counter-Strike 2

CS2: cenário repercute possível saída de cadiaN da Liquid