o que acha?

CS2: coldzera sai em defesa de Guerri: “Não tem culpa de nada”

Durante a participação no Groselha Talk, coldzera disse que treinador ficou marcado e que a saída de arT não foi boa

coldzera Guerri FURIA

Foto: divulgação/ESL.

Marcelo ‘coldzera’ comentou diversos assuntos interessantes no podcast Groselha Talk, na última terça-feira (7). Entre eles, o jogador da RED Canids analisou as mudanças que a FURIA vem sofrendo recentemente.

A primeira delas foi sair em defesa de Nicholas ‘Guerri’. Segundo Cold, o treinador não tem culpa de nada. Ele ainda adicionou que os maiores culpados das más performances, são os próprios players.

Primeiro de tudo, o Guerri não tem culpa de nada, pelo menos na minha visão. Acho que a galera pega muito no pé do Guerri, sendo que não é ele que joga”, afirmou Coldzera.

Ele ajuda a estrutura, no antitático e analisar. O coach é o que menos tem culpa, na minha opinião, a culpa não é só dele. A culpa é também dos jogadores que jogam“, completou o duas vezes melhor do mundo.

LEIA MAIS:

Coldzera também avaliou a saída de arT da equipe. Olhando de fora, o duas vezes campeão de Major não enxergou como positiva a saída do agora ex-capitão FURIOSO.

Acho que a troca do arT não foi tão boa para o time deles. Na minha opinião, você tirou um playmaker que tem um impacto bom. Eu não sei o que acontece lá, mas na minha visão eu não tiraria o arT. Ele era uma peça fundamental para funcionar no estilo agressivo que eles jogam“, opinou.

Entretanto, antes dessas mudanças, Coldzera vê um erro na origem da montagem da antiga escalação da FURIA. Para ele, uma função importantíssima foi deixada de lado e, por isso, o time sofre até hoje com isso.

Na minha cabeça, as funções colidiram um pouco. Pelo menos eu jogando contra, senti isso. Acho que o arT e o Chelo tem funções bem similares, pois os dois são playmaker. Então, no momento em que que eles colocaram o Chelo de âncora, eu achei que seria um pouquinho difícil para eles acostumarem. Acho que não é algo que o Chelo está acostumado a fazer. Então, quando você tem seu instinto assassino dentro do jogo, de avançar um pouco mais, ser agressivo e etc, é difícil perder isso.

Quando você joga cinco, seis anos na posição que você gosta de jogar, se cria um certo hábito de jogar. Então quando eles trouxeram o Chelo, achei que faltava um âncora ali. Isso sacrifica um pouco o estilo de jogo do cara. Com os resultados que a FURIA teve no começo, foi bem difícil pro Chelo, pelo visto.

Nós mesmos jogando contra eles no RMR, víamos que ele tem esse instinto assassino. Até alguns rounds que ganhamos deles, foi por conta disso“, analisou Cold.

A longa análise não parou por aí. Apesar de não ter gostado da saída de arT, Cold enxerga que essa alteração possa ser justamente pensando nisso que ele falou. E que agora a FURIA precisa prestar atenção na função do âncora ao contratar um novo quinto player, ao invés de improvisar e limitar o que Chelo tem de melhor.

Talvez até a troca, de tirar o arT, seja para dar mais liberdade pro Chelo jogar.

O que eles precisavam quando trouxeram o FalleN, era um âncora. Eles queriam trocar o AW, trouxeram o FalleN que é uma excelente troca e achei muito bom, até porque eles teriam uma segunda voz e um mix de estilo de jogo. Acho que foi isso que pensaram. Porque o arT passava um estilo de jogo agressivo e trouxeram o FalleN para ter um pouco mais do estilo passivo e ter um pouco mais de experiência, que talvez tenha faltado no Rio.

Fora que [o FalleN] é um AWP que entende muito do jogo. Não que o saffee não entenda, acho ele um excelente jogador, mas pro estilo de jogo da FURIA encaixa mais o FalleN nesse quesito de botar um pouco de freio quando precisa. Aí faltou o âncora e eles sacrificaram o Chelo. Se tivessem trago um âncora, o time renderia melhor… Sacrificar um jogador que tem estilo de playmaker é um pouco difícil

Foto: Game Arena/ Danyel Carvalho

O papo entre Coldzera e os apresentadores Gordox e Muca durou mais de duas horas. Em outros momentos, eles chegaram a falar de FURIA novamente, mas querendo saber se Cold jogaria no time.

O próprio pro player revelou que se ofereceu para a FURIA, ao entrar em contato com FalleN. Você confere melhor essa história, na matéria realizada pela Game Arena.


Veja também nossos vídeos. Neste aqui relembramos o dia em que a SK e a Virtus.Pro se enfrentaram no futebol:

Acompanhe a Game Arena nas redes sociais: TwitterYoutubeInstagramTik TokFacebook Kwai.

COMPARTILHE

Bombando em Counter-Strike 2

1

Counter-Strike 2

ESL Impact League 5: com Fluxo e Imperial, grupos são revelados

2

Counter-Strike 2

CS2: felippe1 resgata foto de 1 década ao lado recém-chegada na Imperial

3

Counter-Strike 2

IEM Dallas: HEROIC pode não ter degster

4

Counter-Strike 2

CS2 tem mapa cs_rio recriado para série da Amazon

5

Counter-Strike 2

IEM Dallas: torneio será jogado na atualização da “nova” Vertigo