FUTEBOL

Premier League pode não ter VAR na próxima temporada; veja reclamações de clubes

A decisão sobre a possível exclusão do VAR na temporada 2024/25 será votada pelos clubes da Premier League

VAR é utilizado na Premier League desde 2019

VAR é utilizado na Premier League desde 2019. Foto: Reprodução/PL

Clubes da Premier League vão votar sobre a possível exclusão do VAR na próxima temporada.

Após um pedido do Wolverhampton para abolir o sistema, que é usado no Campeonato Inglês desde 2019, as 20 equipes irão participar da votação no dia 6 de junho, durante a Assembleia Geral Anual.

Alvo de diversas críticas na atual temporada, o VAR só poderá ser retirado da temporada de 2024/25 caso 14 dos 20 times votem a favor da exclusão.

Veja algumas reclamações de clubes da Premier League na atual temporada:

Wolverhampton: Autor do pedido da votação, o Wolverhampton enviou uma carta à Premier League listando motivos contra o uso do VAR na competição.

Além de citar que os erros seguem acontecendo, o clube afirma que o árbitro de vídeo gera frustração e confusão dentro dos estádios, diminui a responsabilidade dos juízes em campo, interrompe o ritmo do jogo, entre outros.

“Nossa posição é que o preço que estamos pagando por um pequeno aumento na precisão está em desacordo com o espírito do nosso jogo e, como resultado, devemos removê-lo a partir da temporada 2024/25”, diz trecho final da carta.

Liverpool: Um dos casos mais polêmicos da temporada aconteceu na partida na derrota do Liverpool para o Tottenham por 2 a 1.

Na ocasião, a Comissão de Arbitragem da Inglaterra (PGMOL) admitiu um “erro humano significativo” no gol anulado do atacante Luis Díaz.

Em coletiva, Jürgen Klopp, técnico dos Reds, chegou a propor que a partida fosse disputada novamente.

Técnico do Liverpool fez críticas ao uso do VAR
Técnico do Liverpool fez críticas ao uso do VAR. Foto: Michal Cizek/AFP

Nottingham Forest: O Nottingham Forest fez uma dura crítica nas redes sociais após a derrota para o Everton.

Na ocasião, o clube chegou a acusar o árbitro responsável pelo VAR da partida de ser torcedor do Luton Town, seu adversário direto na luta contra o rebaixamento na Premier League.

“Três decisões extremamente ruins – três pênaltis não dados – que simplesmente não podemos aceitar. Avisamos a PGMOL que o VAR é um torcedor do Luton antes do jogo, mas eles não o trocaram. Nossa paciência foi testada várias vezes”, escreveu o clube.


Manchester United: Vivendo temporada conturbada na Premier League, o Manchester United também teve críticas ao uso do VAR.

Erik ten Hag, técnico dos Red Devils, se mostrou insatisfeito com uma possível série de erros contra o clube e cobrou reuniões com a PGMOL para melhorar o uso da tecnologia.

“Temos que conversar com a PGMOL para melhorar o futebol e a união e encontrar soluções e união”, disse o holandês.

Arsenal: Ainda na luta pelo título da Premier League, o Arsenal também viu seu treinador fazer reclamações em relação ao VAR.

Após derrota para o Newcastle, Mikel Arteta esbravejou contra a não anulação do gol de Anthony Gordon.

“É uma vergonha absoluta que esse gol tenha sido permitido. Uma desgraça absoluta”, declarou o espanhol

Em nota oficial, o clube também cobrou mudanças. “A PGMOL precisa urgentemente abordar o padrão de arbitragem e se concentrar em ações que nos levem a todos para além da análise retrospectiva, tentativas de explicações e desculpas”, escreveu.

COMPARTILHE

Bombando em Esportes

1

Esportes

A 60 dias das Olimpíadas de Paris 2024, Brasil pode ter marca histórica e delegação menor do que em Tóquio; confira as vagas

2

Esportes

Fair play no futebol: entenda o conceito e relembre episódios marcantes

3

Esportes

Kings League será transmitida na Gaules TV

4

Esportes

Copa América terá árbitras pela primeira vez; relembre outras conquistas da arbitragem feminina

5

Esportes

Manchester City pode alcançar marca inédita na Inglaterra; confira os recordes da equipe